Avanço do coronavírus no interior dobra em relação à capital paulista

Em apenas quatro dias, pandemia avançou 28,7% a mais fora da cidade de São Paulo

Avanço do coronavírus no interior dobra em relação à capital paulista
Agência Brasil

O rápido avanço do coronavírus no interior e litoral de São Paulo reforçou o alerta do Governo do Estado em relação a casos e mortes por COVID-19. Em apenas quatro dias, o percentual de novos contaminados fora da capital praticamente dobrou em relação ao mesmo índice da semana anterior.

De acordo com dados da Secretaria de Estado da Saúde e do Centro de Contingência do coronavírus, entre os dias 14 e 20 de junho o interior registrou 17.932 novas contaminações por coronavírus, enquanto que na capital o total foi de 15.342. Assim, o avanço da pandemia fora da capital foi 14,5% maior.

Já nesta semana, apenas no intervalo entre domingo (21) e quarta-feira (24) o interior viu 10.752 novas confirmações de casos, ante 7.670 na capital. Em apenas quatro dias, a pandemia avançou 28,7% a mais fora da cidade de São Paulo. Também pela primeira vez, o número absoluto de mortes por COVID-19 no interior (6.677) superou o da capital (6.675) ao longo da pandemia.

“A diferença é muito grande nessa taxa de incidência de casos. Isso nos leva a projetar o aumento significativo que teremos no interior do estado”, afirmou João Gabbardo, Secretário Executivo do Centro de Contingência. “A taxa de transmissibilidade tende a reduzir bastante na capital e aumentar no interior do estado”, acrescentou.

O Secretário de Desenvolvimento Regional Marco Vinholi também reforçou a preocupação com o agravamento da pandemia fora da capital. “A aceleração tem se dado em novos casos e também em óbitos. Nós temos alertado o interior e apoiado com aumento da capacidade hospitalar em todo o território do estado”, disse.

Até agora, o Governo de São Paulo já distribuiu 2.266 respiradores a hospitais públicos e filantrópicos na capital, interior e litoral para ampliar a oferta de leitos de terapia intensiva para pacientes graves de COVID-19.

Também houve investimento de R$ 60 milhões em EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) para profissionais de saúde. Nesta quinta, 25, foi anunciada a distribuição de 2 milhões de máscaras N95, que são utilizadas em UTIs, e 1,5 milhão de máscaras cirúrgicas para hospitais públicos e filantrópicos.

(Com informações de Governo do Estado de SP)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter