Empresários cristãos de Brasil e Portugal realizam encontro on-line sobre a ‘Economia de Francisco’

O objetivo foi o de proporcionar um debate entre os jovens participantes do encontro e renomados empresários

Empresários cristãos de Brasil e Portugal realizam encontro on-line sobre a ‘Economia de Francisco’

Com a temática “Economia de Francisco e as oportunidades pelo caminho”, a Associação de Dirigentes Cristãos de Empresa – Brasil (ADCE) promoveu na quarta-feira, 16, um encontro entre os países de língua portuguesa que fazem parte da União Cristã Internacional de Executivos de Negócios (UNIAPAC).

O debate, feito de forma digital, contou com jovens participantes e empresários brasileiros e membros da Associação Cristã de Empresários e Gestores – Portugal (ACEGE) e discutiu sobre o encontro internacional “Economia de Francisco”, idealizado pelo Papa Francisco, e que propõem uma reconfiguração da economia global.

Dentre os presentes estavam João Pedro Tavares, Presidente da União Cristã Internacional de Executivos de Negócios UNIAPAC/ACEGE – Portugal; e Sérgio Cavalieri, Presidente da UNIAPAC/ADCE – Brasil, que mediou o encontro virtual.

Os jovens de Portugal foram representados por Rita Sacramento e Carmo Vitorino; e os do Brasil por Matheus Machado e Franchesco Lopez, que é boliviano, mas vive atualmente no Brasil.

ECONOMIA PARA TODOS

João Pedro Tavares rememorou que a missão da UNIAPAC é inspirar os líderes e empresários católicos a viver o amor e a verdade, para assim, transformar as suas empresas e influenciar a sociedade.

“Acreditamos que trazer esses dois pontos para a economia, nos ajuda a centrar no essencial e a viver um modelo mais pleno e não apenas nos modelos que trazíamos do passado, mas, sim, a economia do bem comum, do encontro, da dignidade das pessoas. Como o Papa Francisco diz, uma economia que constrói pontes e não muros, é o maior dos modelos, inclusive, tanto que envolve todas as gerações”.

Sobre o encontro com o Pontífice ser destinado aos jovens, o Presidente da UNIAPAC reiterou a juventude tem muito a ensinar e são um sinal de esperança. “Todos devemos começar a construir esta ponte e nos comprometermos com um futuro melhor”, enfatizou.

PARTICIPAÇÃO BRASILEIRA

Matheus Machado, advogado, membro da ADCE, comentou sobre a oportunidade de conexão entre muitas pessoas proporcionado pelo evento internacional.

Ele explicou que entre as propostas da entidade para 2021, estão o fortalecimento da ADCE Jovem no Brasil, a construção de uma agenda com países de língua portuguesa, o envolvimento de outras associações e a economia.

Matheus comentou que a realização do evento durante a pandemia do novo coronavírus fez com que a Economia de Francisco “deixasse de ser para os jovens e passasse a ser dos jovens. Nós tivemos a oportunidade de nos tornar protagonistas para aquilo que o Papa Francisco nos chamava”.

NOVOS CAMINHOS

Carmo Vitorino, 24, colaboradora da ACEGE, destacou que os jovens portugueses que participaram do evento desejam atender ao apelo do Papa Francisco para a construção de uma economia centrada no ser humano, estando constantemente preocupada com o meio ambiente e em gerar uma ecologia integral: “Somos profissionais e economistas e queremos lutar por uma economia centrada no amor, que cuide dos mais frágeis”, falou.

Rita Sacramento, 34, coordenadora do projeto de voluntariado da empresa EDP Portugal, recordou que, ao longo do processo de preparação para o evento, muitas perguntas foram feitas sobre as mudanças econômicas que seriam provocadas a partir deste encontro com o Santo Padre.

A partir da experiência, Rita tem como entendimento que A Economia de Francisco é sobre caminhos, não sobre soluções. “É sobre perguntas e não respostas. E por mais que tenha sido frustrante ouvir tantas perguntas, a verdade é que vamos aprender a fazer melhores perguntas para descobrimos, também, melhores respostas”, pontuou. “Agora, é preciso acreditar que tudo isso é possível, é preciso construir caminhos e avançar com sabedoria, humildade, paciência e esperança”, concluiu.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter