Confira nossa versão impressa

Cardeal Scherer ordenará cinco diáconos permanentes no próximo sábado

Cardeal Scherer ordenará cinco diáconos permanentes no próximo sábado
(Foto: Luciney Martins/Arquivo/O SÃO PAULO)

No próximo sábado, 21, às 15h, na Catedral da Sé, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidira a ordenação de cinco novos diáconos permanentes para a Arquidiocese.

A celebração acontece no contexto das comemorações dos 20 anos do diaconato permanente na Igreja em São Paulo.

O diaconato é o primeiro grau do sacramento da Ordem – seguido do presbiterato (padres) e do episcopado (bispos). A palavra grega diakonia significa serviço.

O serviço dos diáconos é documentado desde os tempos apostólicos, como relata o Livro dos Atos dos Apóstolos (6, 1-6) sobre instituição dos “sete” homens encarregados do serviço à Palavra, às mesas e aos necessitados.

“Entre outros serviços, pertence aos diáconos assistir o bispo e os sacerdotes na celebração dos divinos mistérios, sobretudo da Eucaristia, distribuí-la, assistir ao Matrimônio e abençoá-lo, proclamar o Evangelho e pregar, presidir aos funerais e consagrar-se aos diversos serviços da caridade”, indica o Catecismo da Igreja Católica, no parágrafo 1570. 

Ao contrário dos padres e bispos, os Diáconos não presidem a Eucaristia (missa), a Reconciliação (confissão) e a Unção dos Enfermos, mas podem ministrar o sacramento do Batismo, abençoar matrimônios. Além disso, colaboram na formação catequética dos fiéis, acompanhamento das famílias na organização dos serviços caritativos da comunidade.

Diaconato permanente

A instituição diaconal foi florescente na Igreja do Ocidente até ao século V. Depois, por várias razões, acabou por permanecer como etapa intermediária para os candidatos à ordenação sacerdotal. O Concílio de Trento, no século XVI, dispôs que o diaconato permanente fosse retomado como nos primórdios, mas não chegou a se concretizar.

Foi somente o Concílio Vaticano II que estabeleceu que o diaconato pudesse “ser restaurado como grau próprio e permanente da hierarquia” e “ser conferido a homens de idade madura, também casados”, como destaca a Constituição Dogmática Lumen Gentium. Em 1967, o Papa Paulo VI estabeleceu as regras gerais para a restauração do diaconato permanente por meio da carta apostólica Sacrum diaconatus ordinem, podendo ser conferido a homens casados.

Cardeal Scherer ordenará cinco diáconos permanentes no próximo sábado
(Foto: Luciney Martins/Arquivo/O SÃO PAULO)

Escola diaconal

A Arquidiocese de São Paulo já tido a experiência da ordenação de um diácono permanente quanto esse ministério foi restaurado pela Igreja. No entanto, o diaconato permanente foi sistematizado com a instituição da Escola Diaconal Arquidiocesana São José, em 19 de agosto de 2000. Nessa ocasião, teve início o processo formativo da primeira turma, sendo o primeiro grande grupo de diáconos, 24 ao todo, ordenado em 2005. Atualmente, há 97 diáconos permanentes na Arquidiocese.

Para ser diácono permanente na Arquidiocese, o candidato deve ter a partir de 35 anos de idade e cinco de vida matrimonial. Durante o período de formação, realizam o curso integrado de Filosofia e Teologia por cinco anos.

Ao concluírem o período de estudos, os candidatos realizam um sexto ano de vivência pastoral, uma espécie de laboratório em diferentes âmbitos como em hospitais, no serviço aos mais pobres e nos cemitérios.

A ordenação diaconal deste sábado será transmitida pela rádio 9 de Julho (AM 1600 kHz) e pelas mídias digitais da Arquidiocese de São Paulo.

Conheça os candidatos que receberão a Ordem Diaconal:

Notícias relacionadas

Comentários

  1. Muito bonito a escolha de ser um diácono permanente. Que Deus abençoe todos vcs e que vossos serviços sejam muito benéficos para as comunidades onde atuarem. Felicidades

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Dom Luiz inaugura capela da medalha milagrosa na Paróquia São Felipe Néri

Também se comemorou o centenário do fundador da Congregação e da Paróquia, o Padre Aldo Giuseppe Maschi (1920-1999) Na sexta-feira, 27 de novembro, Dom Luiz...

Pastoral do menor da Região Sé promove encontro on-line

O missionário José Cícero conduziu o momento de espiritualidade A Pastoral do Menor da Região Episcopal Sé realizou um encontro on-line em 26 de novembro,...

Em busca da unidade: bispos terão manual da Santa Sé sobre ecumenismo

Nesta sexta-feira, 4, na Sala de Imprensa da Santa Sé, no Vaticano, será apresentado o documento intitulado “O bispo e a unidade dos cristãos:...

Carreata marca os 50 anos da Paróquia Nossa Senhora de Casaluce

A comunidade instalada no bairro do Brás a mais de um século, foi elevada paróquia no dia 19 de outubro de 1970 No sábado, 28...

Rede Mundial de Oração do Papa torna-se Fundação Vaticana

A Sala de Imprensa da Santa Sé divulgou nesta quinta-feira, 3, um comunicado informando que, por decisão do Papa Francisco, a Obra Pontifícia “Rede...

Newsletter