Confira nossa versão impressa

Corpus Christi: A Eucaristia como ‘fato que cura a memória’

NA FESTA DO CORPO E SANGUE DE CRISTO, PAPA FRANCISCO REFLETE SOBRE O PODER MEDICINAL DA COMUNHÃO CONCRETA COM DEUS

A Eucaristia não é uma simples lembrança, é um fato, disse o Papa Francisco no domingo, 14, quando se celebrou a Solenidade de Corpus Christi no Vaticano. “É a Páscoa do Senhor que revive em nós. Na missa, a morte e a ressurreição de Jesus estão diante de nós”, lembrou. Em suas palavras, porém, a Eucaristia também tem um poder medicinal importante: ajuda a “curar” nossa memória ao nos aproximar, concretamente, do amor de Deus.

UM REMÉDIO PARA A MEMÓRIA

“Façam isso em memória de mim”, afirmou Jesus na última ceia, conforme o relato do Evangelho. Sobre essa fala, o Papa disse que Jesus pede que todos se reúnam em comunidade, como um povo único, como família, e celebrem a Eucaristia em sua memória. “Não podemos ignorar: [a Eucaristia] é o memorial de Deus. E cura a nossa memória ferida.” Essa “memória ferida”, explicou o Santo Padre, expressa-se quando as pessoas esquecem todo o bem já recebido de Deus ao longo de suas vidas, e se veem sozinhas no mundo. “Tornamo-nos estranhos de nós mesmos”, definiu ele. Portanto, “fazer memória é voltar a se unir aos laços mais fortes, é sentir-se parte de uma história; é respirar com um povo”. “A memória não é uma coisa privada, é a via que nos une a Deus e aos outros”, resumiu o Papa. Esse “memorial” deixado por Cristo serve para fortalecer nossos laços com Ele e com a comunidade cristã. “Ele não nos deixou só sinais, porque se pode esquecer aquilo que se vê. Deu- -nos um alimento, e é difícil esquecer um sabor. Deu-nos um pão, no qual Ele está vivo e verdadeiro, com todo o sabor do seu amor”, disse o Pontífice.

Corpus Christi: A Eucaristia como ‘fato que cura a memória’
Vatican Media

CURA PARA A NEGATIVIDADE

Jesus também cura a “memória órfã”, isto é, aquela carente de afetos, e a “memória negativa”, que o Papa define como a negatividade “que vem tantas vezes ao nosso coração”. E também a “memória fechada”, que vem do medo e da suspeição em relação aos outros, além da indiferença. Sobre isso, o Papa Francisco afirmou que Jesus afasta de cada um a ideia de que “não somos bons para nada, que só cometemos erros, que somos errados”. Ao se tornar nosso amigo íntimo na Eucaristia, “Ele recorda que somos preciosos: somos os convidados esperados em seu banquete, os companheiros que deseja”. Sempre usando a linguagem médica, insistiu o Papa: “O Senhor sabe que o mal e os pecados não são a nossa identidade, são doenças, infecções. E vem curá-las com a Eucaristia, que contém os anticorpos para nossa memória doente de negatividade. Com Jesus, podemos nos imunizar da tristeza”. A Eucaristia faz de cada um “portador de Deus”, acrescentou Francisco. “Jesus, ao oferecer-se a nós como um simples pão, nos convida também a não desperdiçar a vida, seguindo mil coisas inúteis que criam dependência e deixam o vazio por dentro. A Eucaristia fecha em nós a fome de coisas e acende o desejo de servir”, disse na homilia.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Cardeal Scherer envia saudação ao prefeito reeleito de São Paulo

Em mensagem enviada a Bruno Covas, Arcebispo de São Paulo reitera a necessidade de um governo que não se esqueça dos mais pobres e...

Bruno Covas é reeleito prefeito de São Paulo

Ele foi o mais votado em 50 das 58 zonas eleitorais da cidade, tendo mais de 3,1 milhões de votos O candidato do PSDB à...

Padre Vitor Bertoli: uma vida dedicada à caridade e à promoção humana

No cruzamento da Avenida Rebouças com a Rua Henrique Schaumann e a Avenida Brasil, encontra-se a Igreja Senhor Bom Jesus dos Passos, na Praça...

Católicos coreanos abrem jubileu dos 200 anos do nascimento de São Kim Degun

Na manhã deste domingo, 29, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu uma missa na matriz da Paróquia Pessoal Coreana São...

Como denunciar as fake news e outras irregularidades nas Eleições 2020?

Em sites específicos e até pelas redes sociais é possível ajudar a combater a desinformação neste dia de eleições Neste dia de eleição, eleitores que...

Newsletter