Confira nossa versão impressa

Governo de SP prorroga oferta das três refeições diárias na rede Bom Prato

O Governador João Doria anunciou nesta segunda-feira, 22, a prorrogação da oferta das três refeições e da alimentação gratuita a pessoas em situação de rua na rede Bom Prato até 31 de julho. A ação visa garantir a segurança alimentar principalmente das pessoas em extrema vulnerabilidade social durante a pandemia do coronavírus.

Governo de SP prorroga oferta das três refeições diárias na rede Bom Prato

“Fizemos tudo isso para minimizar os efeitos dessa gravíssima crise social advinda da crise da saúde. Esta iniciativa é uma das que mostra com clareza a preocupação do Governo de São Paulo em atender e proteger a população mais vulnerável”, disse Doria.

Os 59 restaurantes vão permanecer funcionando todos os dias, inclusive aos fins de semana e feriados, com oferta de 1,2 milhão de refeições a mais por mês, totalizando 3,2 milhões por mês na rede. As embalagens descartáveis também serão mantidas neste período, já que não é possível se alimentar nas próprias unidades.

“Amparados pela ciência e pela saúde, seguimos monitorando e atuando de forma que possamos manter a segurança alimentar desta população que mais necessita de atenção. Esta prorrogação possibilita que as pessoas possam ir se readequando à ‘retomada consciente’ do Governo de São Paulo e, ao mesmo tempo, possam permanecer sob os nossos cuidados, com a devida proteção social”, afirmou a Secretária de Desenvolvimento Social, Célia Parnes.

Desde o início de abril, os 59 restaurantes Bom Prato passaram por rápidas adaptações com o intuito de servir as refeições para viagem, em embalagens e com talheres descartáveis.

O horário de atendimento, durante o período, também foi ampliado para evitar aglomerações – os cafés da manhã são servidos das 7h às 9h, almoços das 10h às 15h e jantares das 17h30 às 19h, ou enquanto houver refeições disponíveis. Todas as equipes das unidades estão reforçando constantemente as orientações de prevenção, disponibilizando lixeiras nas calçadas, instruindo o distanciamento na fila (inclusive com marcações no chão) e fornecendo álcool em gel (à disposição em todas as unidades).

Além disso, no final de maio, foi anunciada a gratuidade nas refeições da rede Bom Prato para pessoas em situação de rua, devidamente cadastradas pelos centros municipais, mediante a apresentação do cartão com QR Code.

(Governo do Estado de São Paulo)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Maradona jogou pela paz a pedido de Francisco

Campeão do mundo com a seleção da Argentina, em 1986, um dos maiores jogadores de todos os tempos morreu nesta quarta-feira, 25. Ele encontrou-se com o Papa, no Vaticano, em 2014

Câmara lança campanha de 21 dias pelo fim da violência contra a mulher

Além da violência física contra a mulher, deputadas destacam importância de se combater violência política e psicológica A Secretaria da Mulher e a Primeira-Secretaria...

Dom Odilo à TV Canção Nova: ‘Que Deus continue iluminando e fortaleça este trabalho’

Arcebispo Metropolitano presidiu missa na comemoração dos 20 anos da emissora na capital paulista Na noite da segunda-feira, 23, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo...

Em live, Cardeal Scherer refletirá sobre a encíclica Fratelli tutti

Nesta quarta-feira, 25, às 20h30, a Arquidiocese de São Paulo realizará mais uma edição do Diálogos com a Cidade, totalmente on-line, em virtude da...

Jovens se conectam a Assis para pensar em uma economia a serviço da vida

Mais de 2 mil jovens, de 115 países, participaram, entre os dias 19 e 21, do encontro internacional “Economia de Francisco”, atendendo ao convite...

Newsletter