Confira nossa versão impressa

Moçambique: 2 freiras brasileiras estão desaparecidas após ataques terroristas

Paradeiro é desconhecido desde que a cidade de Mocímboa da Praia foi atacada em 5 de agosto e houve a retirada forçada de moradores

Moçambique: 2 freiras brasileiras estão desaparecidas após ataques terroristas
(Crédito: ACN)

Membros da Igreja Católica em Moçambique, na Diocese de Pemba, ainda procuram duas irmãs brasileiras desaparecidas em ataque terrorista no começo de agosto na cidade de Mocímboa da Praia.

Em entrevista à Fundação Pontifícia Ajuda à Igreja que Sofre (ACN), Padre Kwiriwi Fonseca afirmou que, desde 5 de agosto, nada sobre o paradeiro das freiras foi ouvido. O ataque ocorreu na cidade portuária de Mocímboa da Praia, no norte do país. Os terroristas forçaram a retirada de moradores da cidade.

O ataque terrorista foi seguido por dias de luta contra os terroristas, durante os quais o contato com as Irmãs Eliane da Costa e Inês Ramos, que tem mais de 70 anos, foi totalmente perdido.

“Quando a cidade foi ocupada, não havia sinal de telefone e, portanto, não conseguimos contactar as Irmãs e pensamos que elas perderam seus celulares. Esperamos que elas estejam ainda vivas, mas sem possuir nenhum meio de se comunicar. Não tivemos, ainda, nenhuma notificação oficial”, disse o Padre.

Padre Fonseca também afirmou que a região de Mocímboa da Praia está totalmente isolada para pessoas de fora e que “ninguém pode viajar para lá”.

“Sem nenhuma notícia, não temos ideia se elas desapareceram, morreram ou foram abduzidas. Não sabemos de nada”, continuou o Padre.

O Padre Cantífula de Castro, da Diocese de Nampula, vizinha à cidade atacada, explicitou em programa de rádio a necessidade da região de receber ajuda humanitária: “Na Arquidiocese de Nampula, aproximadamente 5 mil refugiados chegaram. A maioria deles é composta de mulheres jovens e crianças que necessitam de ajuda humanitária. Eles não têm casa, comida ou roupas, e não têm meios para se proteger da COVID-19”.

“As pessoas estão passando por um sofrimento insuportável devido ao terrorismo. É uma situação deplorável. É estimado que houve mais de mil mortes, com casas queimadas, vilas abandonadas, pessoas obrigadas a viver nas montanhas e outras a fugir sem absolutamente nada, procurando proteção em lugares com uma segurança relativa”, continuou o Padre.

A Igreja é uma das únicas instituições que não abandonou essas pessoas, segundo o Padre de Castro, pois ela “se mantém ao lado delas, dando-lhes qualquer ajuda material e espiritual que possa”.

Por fim, o Padre fez um apelo para que a região receba ajuda humanitária: “Por favor, não se esqueçam de nós. Se puderem, por favor, ajudem essas pessoas que perderam tudo e foram forçadas a fugir de suas casas”.

Fonte: ACI Africa

Notícias relacionadas

Comentários

  1. Bom dia, a foto não corresponde com a Irmã desaparecida. Essa foto é minha eu sou Eliana Aparecida dos Santos. Por favor corrigir a matéria. Obrigada!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Butantan anuncia que testes da CoronaVac chegaram à fase final

Os resultados sairão na primeira semana de dezembro Chegou à fase final o estudo clínico da CoronaVac, a vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria...

Ministério reconhece estado de calamidade pública no Amapá

Estado ficou mais de 80 horas sem energia elétrica e até agora a situação não foi totalmente restabelecida O Ministério do Desenvolvimento Regional publicou portaria...

‘Que Deus nos dê um coração generoso, aberto para as necessidades dos irmãos’

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu a missa nesta segunda-feira, 23, na capela de sua residência, transmitida pela rádio 9...

Monsenhor Marcos Pavan é nomeado maestro da Capela Sistina

Neste domingo, 22, data em que a Igreja recorda a memória de Santa Cecília, padroeira dos músicos, o Papa Francisco nomeou o Monsenhor Marcos...

Papa aos jovens: ‘A beleza das escolhas depende do amor’

O Papa Francisco celebrou a missa na Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo, na Basílica de São Pedro, na manhã deste...

Newsletter