Unesco nomeia padre da Costa do Marfim como embaixador da cultura de paz

Religioso e outras personalidades do país africano são laureados com o reconhecimento de órgão da ONU por seu empenho na busca e manutenção do clima de paz

Unesco nomeia padre da Costa do Marfim como embaixador da cultura de paz

O Padre Éric Norbert Abekan, pároco da paróquia Sagrada Família, de Riviera, em Abidjan Cocody, um bairro da capital da Costa do Marfim, e 13 outras personalidades marfinenses do mundo religioso, econômico, esportivo e da saúde foram nomeados embaixadores da cultura de paz pela Cátedra da Unesco para a Cultura de Paz, na Universidade Félix Houphouët-Boigny, em cerimônia há alguns dias, que contou com a presença, entre outros, de Dom Paolo Borgia, Núncio Apostólico na Costa do Marfim.

Esta distinção foi atribuída em virtude do seu empenho e ação para o estabelecimento e preservação de um clima de paz na Costa do Marfim.

“Estas personalidades foram escolhidas por uma comissão científica quanto às suas ações para concretizar o conceito de uma cultura de paz que, evolui de acordo com a sociedade”, disse o professor Méké Meité, titular da Cátedra da Unesco para a Cultura de Paz.

“É uma grande honra para todos nós receber esta menção, que reconhece o esforço e o empenho de cada um; hoje expressamos toda a nossa alegria e o nosso sentimento de infinita gratidão”, disse o Padre Abekan em nome de todos os vencedores, esperando que o reconhecimento “possa inspirar escolhas corajosas, despertar novas energias e reacender novas esperanças em indivíduos e comunidades”. “A Costa do Marfim não precisa de palavras, mas de testemunhas convictas, pacificadoras, abertas ao diálogo, sem exclusão nem manipulação”, concluiu.

A Cátedra Unesco para a Cultura de Paz visa essencialmente a promover, por meio da qualidade do ensino e da investigação, a democracia, os direitos humanos, o espírito de tolerância e os diversos valores específicos de uma cultura de paz. Mais de 20 anos após a sua criação, continua a ser uma ferramenta importante para a prevenção de conflitos e manutenção da paz.

Fonte: Agência Fides

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter