Unesco nomeia padre da Costa do Marfim como embaixador da cultura de paz

Religioso e outras personalidades do país africano são laureados com o reconhecimento de órgão da ONU por seu empenho na busca e manutenção do clima de paz

Unesco nomeia padre da Costa do Marfim como embaixador da cultura de paz

O Padre Éric Norbert Abekan, pároco da paróquia Sagrada Família, de Riviera, em Abidjan Cocody, um bairro da capital da Costa do Marfim, e 13 outras personalidades marfinenses do mundo religioso, econômico, esportivo e da saúde foram nomeados embaixadores da cultura de paz pela Cátedra da Unesco para a Cultura de Paz, na Universidade Félix Houphouët-Boigny, em cerimônia há alguns dias, que contou com a presença, entre outros, de Dom Paolo Borgia, Núncio Apostólico na Costa do Marfim.

Esta distinção foi atribuída em virtude do seu empenho e ação para o estabelecimento e preservação de um clima de paz na Costa do Marfim.

“Estas personalidades foram escolhidas por uma comissão científica quanto às suas ações para concretizar o conceito de uma cultura de paz que, evolui de acordo com a sociedade”, disse o professor Méké Meité, titular da Cátedra da Unesco para a Cultura de Paz.

“É uma grande honra para todos nós receber esta menção, que reconhece o esforço e o empenho de cada um; hoje expressamos toda a nossa alegria e o nosso sentimento de infinita gratidão”, disse o Padre Abekan em nome de todos os vencedores, esperando que o reconhecimento “possa inspirar escolhas corajosas, despertar novas energias e reacender novas esperanças em indivíduos e comunidades”. “A Costa do Marfim não precisa de palavras, mas de testemunhas convictas, pacificadoras, abertas ao diálogo, sem exclusão nem manipulação”, concluiu.

A Cátedra Unesco para a Cultura de Paz visa essencialmente a promover, por meio da qualidade do ensino e da investigação, a democracia, os direitos humanos, o espírito de tolerância e os diversos valores específicos de uma cultura de paz. Mais de 20 anos após a sua criação, continua a ser uma ferramenta importante para a prevenção de conflitos e manutenção da paz.

Fonte: Agência Fides

Notícias relacionadas

Unesco nomeia padre da Costa do Marfim como embaixador da cultura de paz

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter