Confira nossa versão impressa

‘Que Santa Paulina nos ensine a praticar com intensidade as obras de misericórdia’

‘Que Santa Paulina nos ensine a praticar com intensidade as obras de misericórdia’

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu, nesta quinta-feira, 9, a memória de Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus, religiosa italiana que viveu e morreu em São Paulo, sendo a primeira santa canonizada no Brasil.

 “Que Santa Paulina interceda por nós junto de Deus e nos ensine a viver como ela viveu com tanta intensidade as obras de misericórdia”, pediu Dom Odilo, no início da Eucaristia celebrada na capela de sua residência, transmitida pela rádio 9 de Julho e pelas mídias digitais da Arquidiocese.

O Cardeal recordou que Santa Paulina se dedicou aos doentes, idosos, às crianças abandonas e às pessoas em necessidade de modo todo especial. Aos poucos, ela reuniu outras mulheres que se dedicavam a esse apostolado e fundou a Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição.

O REINO ESTÁ PRÓXIMO

No Evangelho do dia (Mt 10,7-15), Jesus diz aos discípulos que “o Reino dos Céus está próximo”. “Essa é a boa-nova que a Igreja continua a anunciar”, ressaltou o Arcebispo, na homilia, acrescentando que, em seguida, o Senhor exortou: “Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. De graça recebestes, de graça deveis dar”

 “Junto com o anúncio da boa-nova está sempre a ação de libertar as pessoas dos males que a oprimem, do corpo e da alma. Depois da ressurreição, quando Jesus envia os apóstolos novamente, segundo o Evangelho de São João, deu-lhes o poder de perdoar os pecados, essa libertação interior por meio da misericórdia de Deus”, afirmou Dom Odilo.

O Cardeal sublinhou, ainda, que dedicar-se aos doentes sempre foi a missão da Igreja. “Isso não pode nunca ser esquecido. As paróquias e nossas organizações eclesiais precisam ter um bom serviço para o cuidado e acompanhamento dos doentes seja em casa ou nos hospitais e demais ambientes de cuidado”, afirmou, lamentando sua tristeza quando toma conhecimento do fato de que algum ministro da Igreja foi impedido de entrar em um hospital para prestar assistência espiritual a um doente, que é um direito previsto, inclusive, na Constituição Brasileira.

INTERCESSÃO

Por fim, o Arcebispo novamente pediu que Santa Paulina inspire a Igreja em São Paulo para continuar a praticar as obras de misericórdia para com os doentes e mais necessitados.

Antes da benção final, Dom Odilo rezou uma oração a Santa Paulina, extraída do Manual de Orações e da Vida Cristã:

“Ó Deus onipotente e eterno, que exaltais os humildes e simples, e conduzistes Santa Paulina pelo caminho da santidade, através da provação, do trabalho humilde e da oração constante, concedei-nos, por seu auxílio e a seu exemplo, suportar com fortaleza os sofrimentos de cada dia e encontrar a plenitude de vossa graça no serviço às pessoas, especialmente às mais necessitadas. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém”.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Novo cardeal afirma que os escândalos não impedem a reforma do Papa Francisco

Em entrevista a um jornal italiano, Dom Marcello Semeraro ressalta que o processo de reforma da Cúria Romana tem o objetivo ético...

São Paulo prorroga campanha de Multivacinação e Poliomielite até dia 13 de novembro

Com baixa adesão, medida visa a aumentar as coberturas vacinais contra cerca de 20 doenças no território paulista

Esta sexta, 30, é o último dia para realizar matrículas e rematrículas na rede estadual

Processos podem ser realizados de forma online ou presencialmente nas escolas, diretorias de ensino e postos do Poupatempo

Missas em cemitérios no Dia de Finados: confira os locais e horários

Na Comemoração de Todos os Fiéis Defuntos, na segunda-feira, 2, diferentes paróquias da Arquidiocese de São Paulo organizam missas nos cemitérios da...

‘Preparemo-nos, a cada dia, para o encontro definitivo com Cristo’

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu a missa desta sexta-feira, 30.

Newsletter