Confira nossa versão impressa

São João Paulo II: há 40 anos, o Peregrino da Paz chegou ao Brasil

São João Paulo II: há 40 anos, o Peregrino da Paz chegou ao Brasil
Santuário Nacional de Aparecida

No dia 30 de junho de 1980, o Brasil recebeu pela primeira vez a visita de um pontífice. São João Paulo II desembarcou em Brasília (DF) e, logo ao descer do avião, se ajoelhou e beijou o solo, um gesto que marcou o seu pontificado.

Durante 12 dias, percorreu, além de Brasília, mais 13 cidades: Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo, (SP), Aparecida (SP), Vitória (ES), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Manaus (AM), Recife (PE), Salvador (BA), Belém (PA), Teresina (PI) e Fortaleza (CE).

Em seus mais de 26 anos de pontificado, São João Paulo II visitou 129 países, uma das razões pelas quais ficou conhecido como o Peregrino da Paz.

AO CORAÇÃO DO POVO BRASILEIRO

Na capital federal, o Pontífice foi recebido pelo então presidente João Batista de Oliveira Figueiredo e pelas demais autoridades. Na Catedral de Brasília, encontrou-se com o clero e, logo em seguida, presidiu uma missa campal com a participação de 600 mil pessoas.

“E hoje, no início de minha peregrinação ao coração do povo de Deus em terra brasileira, desejo, com o mesmo sinal da cruz, marcar junto convosco minha fronte, meus lábios, meu peito. E como sucessor de Pedro, Bispo de Roma e pastor da Igreja, desejo abençoar com este sinal a vós todos aqui reunidos e a todo o Brasil”, disse na homilia. Depois, foi à sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e cumprimentou cerca de 60 bispos.

ESPERANÇA NOS JOVENS

Em Belo Horizonte, o Papa lembrou que a Igreja olha para os jovens com expectativa e esperança: “Vocês dizem, com razão, que é impossível ser feliz, vendo uma multidão de irmãos carentes das mínimas oportunidades de uma existência inumana. Vocês dizem, também, que é indecente que alguns esbanjem o que falta à mesa dos demais. Vocês estão resolvidos a construir uma sociedade justa, livre e próspera, onde todos e cada um possam gozar dos benefícios do progresso”.

COM AS MULTIDÕES E NAS FAVELAS DO RIO

No Rio de Janeiro, o Papa foi recebido por 2 milhões de pessoas no Aterro do Flamengo, onde celebrou missa e dedicou sua reflexão às famílias.

São João Paulo II: há 40 anos, o Peregrino da Paz chegou ao Brasil
Arquidiocese do Rio de Janeiro

“Por muito tempo, nos inícios da Igreja, era em casas de família que outras famílias se reuniam para a ‘fração do pão’. Cada altar será sempre uma mesa, em torno da qual se congrega, mais ou menos numerosa, uma família de irmãos. A Eucaristia ao mesmo tempo reúne esta família, manifesta-a aos olhos de todos, estreita os laços que unem aos outros os seus membros.”

São João Paulo II também foi à Favela do Vidigal e se comoveu com a pobreza do local e o carinho dos moradores. Quebrando o protocolo, visitou um barraco e conversou com uma família. Após inaugurar a Capela São Francisco de Assis, construída pela comunidade, o Papa retirou o seu anel papal e entregou-o ao padre responsável pela comunidade, recomendando-lhe que o vendesse e utilizasse o dinheiro em prol da população local

AOS SACEDORTES

Na Catedral, o Pontífice encontrou-se com o clero e religiosas, onde comemorou os 25 anos do Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam). Visitou também o Corcovado e abençoou a cidade do Rio de Janeiro. No Estádio do Maracanã, 160 mil pessoas participaram da missa na qual foram ordenados 74 sacerdotes.

“A expressão ‘Sacerdos alter Christus’ (‘o sacerdote é outro Cristo’), criada pela intuição do povo cristão, não é um simples modo de dizer, uma metáfora, mas sim, uma maravilhosa, surpreendente e consoladora realidade. Este dom do sacerdócio, lembrai-vos sempre disto, é um prodígio que foi realizado em vós, mas não para vós. Ele o foi para a Igreja, o que quer dizer, para o mundo a ser salvo”, lembrou o Papa.

AOS POVOS INDÍGENAS

O Papa também esteve em Manaus e celebrou uma missa para milhares de fiéis, dedicando sua mensagem aos povos indígenas.

“A Igreja procura dedicar-se hoje aos índios, como se dedicou desde a descoberta do Brasil aos seus antepassados. O Bem-aventurado José de Anchieta, nesse sentido, é um pioneiro e, de certo modo, um modelo de gerações e gerações de Missionários Jesuítas, Salesianos, Franciscanos, Dominicanos, Capuchinhos, Missionários do Espírito Santo ou do Precioso Sangue, Beneditinos e tantos outros!”

AOS CAMPONESES

O Papa também foi acolhido por multidões em Vitória, Porto Alegre, Curitiba e Teresina. Em Recife, São João Paulo II dedicou sua homilia aos trabalhadores rurais: “Como irmão, quero dizer-lhes, amados camponeses do Brasil, que vocês valem muito. Conservem as suas riquezas humanas e religiosas: o amor da família, o sentido da amizade e da lealdade, a solidariedade com os mais necessitados entre vocês, o respeito pelas leis e por tudo o que é legítimo na convivência civil, o amor à boa harmonia e à paz, a confiança em Deus e a abertura para o sobrenatural”

AO ENCONTRO DOS POBRES

São João Paulo II: há 40 anos, o Peregrino da Paz chegou ao Brasil
Acervo Obras Irmã Dulce

Meio milhão de pessoas acolheram o Papa pelas ruas de Salvador, onde celebrou uma missa campal no Centro Administrativo da Bahia. Irmã Dulce estava presente e foi chamada ao altar para receber uma bênção especial do Papa, sendo aclamada pelo povo. Outro momento marcante foi a visita ao bairro dos Alagados, uma das regiões mais pobres da capital baiana.

Madre Teresa de Calcutá visitou o local e iniciou um trabalho de assistência aos mais necessitados, fundando, em 1979, a Creche das Irmãs Missionárias da Caridade. O Papa inaugurou, no alto da colina, a Igreja de Nossa Senhora dos Alagados, em 1980, que hoje também leva seu nome como copadroeiro, passando a se chamar Paróquia Nossa Senhora dos Alagados e São João Paulo II.

DEVOÇÃO MARIANA

Em Belém, a comitiva papal percorreu as ruas e o Pontífice celebrou uma missa campal, abençoando o povo com a imagem original de Nossa Senhora de Nazaré.

“Belém e o seu Santuário de Nossa Senhora de Nazaré são monumentos do passado, como marco da evangelização e documento palpável de acendrada piedade para com a ‘Estrela da Evangelização’. Mas são também presente: o presente de uma Igreja viva e o presente da devoção mariana, nesta querida terra brasileira.

UNIÃO DA IGREJA

Em solo cearense, o Pontífice esteve na capital Fortaleza, onde participou do 10º Congresso Eucarístico Nacional, celebrando a missa de abertura no Estádio Castelão, com mais de 120 mil pessoas.

“Este Congresso Eucarístico brasileiro, o décimo na ordem, deve constituir uma particular manifestação da união de toda a Igreja em terras brasileiras, em torno do sacramento do Amor, no qual Cristo, ao dar-nos o próprio Corpo e Sangue sob as espécies do pão e do vinho, fez de nós uma oferenda permanente e agradável ao Pai (cf. Prex Eucharistica, III).”

OUTRAS VISITAS

São João Paulo II esteve no Brasil em outras três oportunidades: em 1982, discursou no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, em escala para uma viagem à Argentina. Em 1991, durante nove dias, percorreu dez capitais: Natal (RN), São Luís (MA), Brasília (DF), Goiânia (GO), Cuiabá (MT), Campo Grande (MS), Florianópolis (SC), Vitória (ES), Maceió (AL) e Salvador (BA). Em 1997, participou do II Encontro Mundial das Famílias, no Rio de Janeiro.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Comunicação acessível: Um direito e uma possibilidade

Na segunda-feira, 21, comemorou-se o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, que tem o objetivo...

Federação de Bancos alerta para aumento de fraudes durante a pandemia

Houve alta de 60% em tentativas de golpes financeiros contra idosos Levantamento da Federação...

OIT alerta para perda de renda do trabalho em todo o mundo

A maior queda nos três primeiros trimestres de 2020 ocorreu na região das Américas, baixa de 12,1% em relação a 2019

Nova encíclica ‘Fratelli tutti’ será publicada em 4 de outubro

A festa de São Francisco de Assis, em 4 de outubro, é a data escolhida pelo Papa Francisco para publicar sua nova...

Fiéis festejam a padroeira da Paróquia Santa Cândida

No domingo, 20, foi celebrada a festa da padroeira da Paróquia Santa Cândida, com missas presididas pelos...

Newsletter