São João Paulo II: um Santo e poeta da Igreja

São João Paulo II: um Santo e poeta da Igreja
Reprodução da Internet

Dando sequência a série especial que rememora santos poetas da Igreja ao longo da história, O SÃO PAULO apresenta hoje uma, das muitas outras formas, com que o Papa São João Paulo II expressava sua fé.

São João Paulo II nasceu Karol Wojtyła, em 18 de maio de 1920, em Wadowice, Polônia. Em 16 de outubro de 1978, foi eleito Papa da Igreja, seu pontificado foi o terceiro mais longo da história, somando, ao todo, 26 anos. Além de um dos papas mais importantes da história, São João Paulo II também foi artista e poeta. Sua espiritualidade está impressa no poema: Canto de um Deus Oculto”

Leva-me, Mestre, a Éfrem e permite-me lá ficar contigo,
onde os silêncios da costa distante caem nas asas dos pássaros,
como o verde, como a onda exuberante, intocada pelo remo,
como o amplo círculo na água, que a sombra do medo não espanta.
Porque desejo abrir espaço
para as Tuas mãos estendidas,
porque quero aproximar a eternidade
para que receba o Teu sopro.
O Senhor, ao brotar no coração,
é como uma flor, sedenta do calor do sol.
Venha, pois, oh Luz da profundeza do dia incompreensível,
e apoie-se na minha margem.
Arda, não demasiadamente próximo do céu
e tampouco longe demais.
O Amor tudo esclareceu,
o Amor tudo solucionou.
Por isso glorifico o Amor, onde estiver.
Guarda, coração, esse olhar,
no qual a eternidade te espera”.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter