Instalada a Comissão de Justiça e Paz no Regional Sul 1 da CNBB

O novo organismo foi apresentado em videoconferência realizada no último dia 12

Instalada a Comissão de Justiça e Paz no Regional Sul 1 da CNBB
Crédito: Reprodução

Sob a presidência de Dom Pedro Luiz Stringhini, o Regional Sul 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) passa a ter a Comissão de Justiça e Paz (CJP) no Estado de São Paulo.

O encontro que marcou a instalação do organismo, aconteceu no último dia 12, por meio de uma videoconferência mediada por Dom Pedro e pelo Secretário Adjunto da Comissão Brasileira Justiça e Paz (CBJP) e membro da coordenação provisória, Nuno Coelho.

Dom Pedro, que é, ainda, Presidente do Sul 1 e Bispo da Diocese de Mogi das Cruzes (SP), presidirá a missa na qual tomarão posse os 20 membros da CJP, no próximo dia 17 de outubro, às 16h, na Basílica Nossa Senhora do Carmo, na Bela Vista, em São Paulo.

PAZ ÀS NAÇÕES

A Comissão Pontifícia Justiça e Paz foi criada em Roma, em 1967, por São Paulo VI, sob inspiração do Concílio Vaticano II e da Constituição Pastoral Gaudium et Spes, em que se refletiu o despertar dos católicos para a consciência sobre a justiça social entre as nações.

Neste sentido, a entidade pretende estudar os grandes problemas da justiça social, com o intuito de colaborar para o desenvolvimento de todos os povos, sobretudo, os atingidos pela fome, e para a edificação da paz no mundo.

No Brasil, a CBJP, que é um dos organismos da CNBB, teve seus trabalhos iniciados, oficialmente em abril de 1971, com a realização do Primeiro Seminário Brasileiro de Justiça e Paz.

Saiba mais sobre a Comissão Brasileira Justiça e Paz.

OUTROS ORGANISMOS LIGADOS À CNBB

  • Cáritas Brasileira
  • Pontifícias Obras Missionárias (POM)
  • Conselho Indigenista Missionário (CIMI)
  • Rede Eclesial Pan-Amazônica (REPAM – Brasil)
  • Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB)
  • Serviço de Cooperação Apostólica Internacional (SCAI)

Notícias relacionadas

Instalada a Comissão de Justiça e Paz no Regional Sul 1 da CNBB

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter