Confira nossa versão impressa

Papa convoca dia de oração pelo Líbano na próxima sexta-feira

Papa convoca dia de oração pelo Líbano na próxima sexta-feira
(Foto: Vatican Media)

Durante a Audiência Geral desta quarta-feira, 2, no Vaticano, o Papa Francisco convocou um dia de jejum e oração pelo Líbano a ser celebrado na próxima sexta-feira, 4.

“Tenho a intenção de enviar o meu representante ao Líbano naquele dia para acompanhar a população. Nesse dia, o secretário de Estado irá em meu nome. E ele irá, para expressar minha proximidade e solidariedade. Ofereçamos nossas orações por todo o Líbano e por Beirute”, afirmou o Pontífice.

O Santo Padre ressaltou, ainda, o compromisso concreto da Igreja com a caridade e convidou “os irmãos de outras tradições religiosas” a se unirem a esta iniciativa nas modalidades que considerarem mais adequada, “mas todos juntos”.

EM SÃO PAULO

Nesta data, haverá um ato inter-religioso de oração pelo Líbano, às 10h, na Catedral Maronita Nossa Senhora do Líbano (Rua Tamandaré, 355, na Liberdade).

O ato, que será transmitido pelas mídias digitais da Eparquia Maronita Nossa Senhora do Líbano, contará com a presença se representantes de diferentes tradições religiosas, dentre os quais, o Arcebispo Metropolitano de São Paulo, Cardeal Odilo Pedro Scherer.  

‘O Líbano não pode ser abandonado em sua solidão’

Francisco dedicou quase que uma “segunda catequese” à situação vivida pelo País dos Cedros. A profunda crise sócio-política-econômica foi agravada pela catastrófica explosão no porto de Beirute no início de agosto. E recordando as palavras pronunciadas por São João Paulo II há 30 anos, afirmou:

“Diante das repetidas tragédias que cada um dos habitantes desta terra conhece, tomemos consciência do extremo perigo que ameaça a própria existência do país. O Líbano não pode ser abandonado em sua solidão”.

MENSAGEM DE LIBERDADE

O Pontífice observou que “por mais de cem anos, o Líbano foi um país de esperança”, e que os libaneses “conservaram sua fé em Deus e demonstraram a capacidade de fazer de sua terra um lugar de tolerância, de respeito, de convivência, único na região”:

A afirmação de que o Líbano representa algo mais do que um Estado é profundamente verdadeira: o Líbano é uma mensagem de liberdade, é um exemplo de pluralismo tanto para o Oriente como para o Ocidente. Pelo bem do próprio país, mas também do mundo, não podemos permitir que este patrimônio se perca.

Ao povo libanês, o Santo Padre encoraja a perseverar na esperança e a encontrar energia para recomeçar. Aos políticos e aos líderes religiosos, pede para olharem para o bem comum e de se esforçarem com sinceridade e transparência na obra de reconstrução.

FÉ E ORAÇÃO

Um apelo também é dirigido à comunidade internacional, para que ajude o país a sair desta grave crise. Já aos habitantes de Beirute, exorta a recobrarem a coragem:

“Que a fé e a oração sejam a vossa força. Não abandonem suas casas e sua herança, não deixem cair o sonho daqueles que acreditaram no futuro de um país belo e próspero”, afirmou.

DAR O EXEMPLO

O Pontífice fez, ainda, um chamado aos sacerdotes, religiosos e religiosas da Igreja local, para que estejam próximos de seu povo, sendo os primeiros a dar exemplo de pobreza e humildade, “agentes de concórdia” e de “uma verdadeira cultura do encontro”. “Nada de luxo, vivam na pobreza com vosso povo. Sejam exemplo!”, pediu aos sacerdotes.

“Somente olhando para o interesse comum, será possível assegurar a continuidade da presença cristã e a sua inestimável contribuição ao país, ao mundo árabe e a toda a região, num espírito de fraternidade entre todas as tradições religiosas que existem no Líbano”, sublinhou o Papa.

(Com informações de Vatican News)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

SP fecha último hospital de campanha para tratamento de covid-19

Os equipamentos utilizados serão doados para instituições assistenciais e unidades de saúde pública Com...

Arquidiocese terá paróquia em honra a Santa Dulce dos Pobres

No próximo sábado, 26, às 18h, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano de São Paulo, presidirá...

Papa: cultura do descarte é um atentado contra a humanidade. ONU seja oficina de paz

Coronavírus, desigualdade, perseguição religiosa, armas, Amazônia e família: estes são alguns dos temas tratados pelo Papa Francisco...

Bíblia: alimento para a peregrinação dos filhos de Deus

Muitas pessoas afirmam ter dificuldade em ler e compreender as Escrituras, por não entender sua linguagem, símbolos e contextos. É por isso...

‘Economia de Francisco’: jovens dialogam com o Cardeal Scherer

Arcebispo de São Paulo participou de reunião virtual com três brasileiros integrantes ADCE que participam do evento internacional

Newsletter