Agosto Dourado: campanha ressalta que amamentar salva vidas

Reprodução

Com a proposta de mobilizar a sociedade brasileira sobre o aleitamento materno e incentivar as lactantes para este gesto que salva vidas, o Ministério da Saúde realiza neste mês a campanha “Todos pela amamentação. É proteção para a vida inteira”, no contexto do “Agosto Dourado”, iniciativa promovida anualmente pela Sociedade Brasileira de Pediatria.

O leite materno é a melhor fonte de nutrição para bebês e a forma de proteção mais econômica e eficiente para diminuir as taxas de mortalidade infantil, sendo capaz de reduzir em até 13% os índices de mortes de crianças menores de 5 anos, segundo o Ministério da Saúde. O aleitamento materno protege a criança de doenças como diarreia, infecções respiratórias e alergias, além de evitar o risco de desenvolver hipertensão, colesterol alto, diabetes e obesidade na vida adulta.

O Ministério da Saúde recomenda a amamentação até os 2 anos de idade ou mais e, de forma exclusiva, nos 6 primeiros meses de vida, mesmo nas mães que tiveram casos confirmados de COVID-19.

Atualmente, há no Brasil 222 bancos de leite humano e 219 postos de coleta. Em 2020, cerca de 181 mil mulheres doaram mais de 226 mil litros de leite materno. Neste ano, até junho, foram doados 111,4 mil litros.

A estratégia para incentivar a amamentação vem apresentando resultados. Os índices nacionais do aleitamento materno exclusivo entre crianças menores de 6 meses aumentaram de 2,9%, em 1986, para 45,7% em 2020. Já o aleitamento para crianças menores de 4 anos passou de 4,7% para 60% no mesmo período.

 Fonte: Ministério da Saúde

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter