Camilianos iniciam comemorações por 100 anos de presença no Brasil

Presidiu a celebração o Padre Antônio Mendes, Provincial dos Camilianos

Foto: Karine de Souza Lima

No dia 15, com uma missa na Paróquia Nossa Senhora do Rosário de Pompeia (foto), na Região Sé, teve início a comemoração do Ano Jubilar dos Camilianos no Brasil. Presidiu a celebração o Padre Antônio Mendes, Provincial dos Camilianos.

Em 15 de setembro de 1922, os primeiros religiosos da “Cruz Vermelha” desembarcaram no Rio de Janeiro, porém a fundação camiliana no Brasil começou no Hospital Civil de Pádua, na Itália, quando o Padre Teófilo Sanson, da Arquidiocese de Mariana (MG), adoeceu no país europeu e foi assistido pelos Camilianos. Encantado com a assistência religiosa que estes prestavam aos enfermos, falou a Dom Silvério Gomes Pimenta, então Arcebispo de Mariana, sobre a possibilidade de uma fundação camiliana na cidade, e o Prelado oficializou o pedido em uma carta de 23 de março de 1922. Ambos faleceriam antes da chegada dos primeiros Camilianos – quando os Padres Inocente Radrizzani e Eugênio Dallagiacoma desembarcassem no Rio de Janeiro e dali fossem para Mariana.

Tempos depois, Padre Inocente decide trazer a obra camiliana a São Paulo, tendo a anuência de Dom Duarte Leopoldo e Silva, então Arcebispo Metropolitano. As primeiras ações foram o Hospital Umberto I, a Santa Casa de Misericórdia e a Capela de Nossa Senhora do Rosário de Vila Pompeia.

Todos estes fatos serão rememorados neste ano jubilar, cujo encerramento está marcado para 15 de setembro de 2022, com missa no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida.

Para celebrar com ardor missionário, resgatando a história dos Camilianos no mundo da saúde, “três cruzes peregrinas” passarão visitando as comunidades religiosas dos Camilianos: paróquias, obras sociais, educacionais e assistenciais, assim como a Grande Família Carismática Camiliana, com momentos orantes, eucarísticos, artísticos e ações sociais. Todas as iniciativas podem ser acompanhadas pelas plataformas digitais – Facebook e Instagram – da Província Camiliana (@camilianosbr).

(Com informações do Padre José Wilson, MI)

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter