CNBB e Ajuda a Igreja que Sofre convidam à Jornada de Oração e Missão pela Paz na Nicarágua

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), por meio de sua Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial, promove neste 1º de setembro, a Jornada de Oração e Missão pela Paz na Nicarágua.

O projeto realizado em parceria da CNBB e a ACN, Ajuda a Igreja que Sofre, completa dois anos de oração e missão voltado para a realidade de diferentes países. A proposta é que, no próximo dia 1º de setembro, a Igreja realize diferentes momentos de oração como forma de agir missionário junto à esta realidade que clama pela paz.

Nas últimas semanas, o governo da Nicarágua vem desenvolvendo uma ofensiva contra a Igreja Católica e contra bispos, religiosas e membros da Igreja naquele país; fechou oito emissoras de rádio ligadas à Igreja e expulsou do religiosos do país. Há relatos também de agressões e destruição de imagens e símbolos religiosos católicos.

A OEA, Organização dos Estados Americanos, e representantes do Vaticano pediram o fim da violência contra a Igreja e a perseguição aos católicos. Esta jornada de oração convida à oração por esta situação vivida neste país centro-americano.

Jornada de Oração como agir missionário

De acordo com o assessor da Comissão Episcopal Pastoral para Ação Missionária e Cooperação Intereclesial da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), padre Daniel Rochetti, a Jornada de Oração e Missão faz parte de uma série que coloca o valor da oração como “agir missionário” e propõe que cada cristão católico dedique um tempo do dia para rezar por determinado país.

Assista ao vídeo sobre a situação da Igreja Católica na Nicarágua:

Deixe um comentário