Com os ramos e com alegria por todo o País

Foto: Santuário de Nossa Senhora das Candeias

Com ramos nas mãos, fiéis de norte a sul do Brasil participaram presencialmente, após dois anos da fase mais aguda da pandemia de COVID-19, da celebração do Domingo de Ramos, no dia 10, iniciada com procissões pelas ruas, praças e outros ambientes. 

No Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, a bênção dos ramos ocorreu no memorial dos construtores, seguida da procissão dos devotos até a fachada norte do templo mariano, onde recentemente foi inaugurado um mosaico gigante com cenas inspiradas no livro do Êxodo. “Vamos lembrar que a grande procissão foi aquela do Êxodo, a saída da escravidão para a pátria da liberdade. Que nós também, nesta procissão, nos libertemos do pecado e vivamos a vida de Jesus em nossas vidas”, disse Dom Orlando Brandes, Arcebispo de Aparecida (SP), que presidiu a missa na basílica. 

Na Diocese de Camaçari (BA), os católicos lotaram as ruas da cidade de Candeias (foto acima), na região metropolitana de Salvador, em procissão que partiu de uma das praças do centro da cidade até o Santuário Nossa Senhora das Candeias. 

“Depois de dois anos restritos, hoje podemos manifestar a nossa fé pelas ruas de Candeias”, afirmou o Pároco, Reitor e Guardião do Santuário, o Frei Thiago Noronha, OFMConv. 

Na Arquidiocese de Manaus (AM), o Arcebispo Metropolitano, Dom Leonardo Steiner, abençoou os ramos na Praça da Matriz, em frente à Catedral Metropolitana, onde presidiu a Santa Missa. “Entramos com Jesus na cidade de Jerusalém, cidade da partilha, do amor, da dor, da morte e da vida nova. Esse é o chamamento para todos os cristãos nesse início da Semana Santa, uma semana muito preciosa, pois mostra que Jesus nos ensinou a assumir a plenitude humana, e a cruz é essa manifestação de fé, que transforma a morte em ressurreição”, disse. 

(Com informações dos sites das dioceses e arquidioceses) 

Deixe um comentário