Conselho Permanente aprova regulamento e Regional Leste 3 é oficializado canonicamente

Além do documento normativo para o funcionamento do Regional Leste 3, foi aprovada a Presidência escolhida no dia 25 de maio

CNBB

O Regional Leste 3 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que compreende o Estado do Espírito Santo, foi oficializado canonicamente, na quinta-feira, 17, com a aprovação do regulamento pelo Conselho Permanente da entidade.

Após envio da proposta de regulamento para o novo Regional, aprovado na última Assembleia Geral da CNBB, a Comissão Jurídica não fez observações relacionadas ao conteúdo da proposta, mas indicou alterações de ordem terminológica em alguns artigos. Assim, o Conselho Permanente aprovou o regimento e delegou à Comissão que faça as devidas alterações no texto.

Além do documento normativo para o funcionamento do Regional Leste 3, foi aprovada a Presidência escolhida no dia 25 de maio: dom Dario Campos, arcebispo de Vitória (ES), o presidente; dom Paulo Bosi Dal’Bó, bispo de São Mateus (ES), o vice-presidente; e dom Luiz Fernando Lisboa, bispo de Cachoeiro de Itapemirim (ES), secretário.

No mês de agosto, serão realizados os procedimentos para a aquisição da personalidade civil do novo regional, cuja sede será em Vitória (ES). Em data ainda a ser definida, entre dezembro deste ano e janeiro de 2022, haverá a celebração pastoral pela instalação do Regional Leste 3 da CNBB.

Dom Dario Campos agradeceu e manifestou alegria pela criação do novo regional. Ele ressaltou a “experiência fecunda” das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs), as quais são reconhecidas como um dom do Espírito Santo. “É um espaço fecundo da atuação e participação do leigos e leigas, nas quais todas as forças vivas da Igreja se encontram presentes e articuladas em vista do anuncio do Evangelho do Reino. As nossas comunidades são esse espaço que alimenta o espírito missionário dos discípulos e discípulas com a Palavra de Deus e a Eucaristia”.

“Acreditamos que o Regional Leste 3 irá proporcionar ainda mais uma vivência de comunhão, de solidariedade, de participação no coração da Igreja capixaba, algo que já vivenciamos e reconhecemos desses passos de organização pela presença e colaboração dos bispos e administradores diocesanos”, disse dom Dario. O arcebispo também agradeceu pela “participação de vida e de comunhão do Regional Leste 2”, que teve “uma grande contribuição na criação do Regional Leste 3”. Dom Daria também pediu à Virgem da Penha, padroeira do Espírito Santo, que interceda pelo novo Regional, “a fim de que sejamos fiéis no seguimento de Jesus Cristo”.

Campanha da Fraternidade 2022

Na sequência da reunião do Conselho Permanente, foram apresentados a oração e o sumário do texto-base da Campanha da Fraternidade 2022, cujo tema é “Fraternidade e Educação”. Os bispos receberam a décima versão do texto que irá conduzir as reflexões da Campanha do ano que vem e poderão identificar ausências, sugerir acréscimos e indicações, até o dia 25 de junho.

Novo Estatuto

Outro tema da manhã desta quinta-feira foi o Novo Estatuto da CNBB. O processo de elaboração chega à terceira etapa, com a aprovação de uma Comissão de Peritos e posterior Formulação Jurídico Canônica do Estatuto e do Regimento da Conferência, entre os meses de julho e outubro.

A equipe de trabalho indicou uma série de peritos, entre canonistas, especialistas na área jurídica civil, teólogos e pastoralistas. São bispos, padres, leigas e leigos. Junto com a Comissão de Peritos também haverá uma equipe de consultores para auxiliar no processo de formulação do texto. Os membros do Conselho Permanente indicaram outros nomes à lista proposta, os quais serão articulados pela equipe que coordena o processo de elaboração do novo estatuto.

Expressões carismáticas

O Conselho Permanente também aprovou na manhã desta quinta-feira, 17, a criação de um grupo de trabalho que irá refletir sobre as expressões carismáticas na Igreja no Brasil. A ideia surgiu partir do contato do bispo de Tocantinópolis (TO) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato da CNBB, dom Geovane Pereira de Melo; do secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado; do bispo de Paranavaí (PR), dom Mário Spaki, referencial para o Serviço de Comunhão Charis no Brasil; e do bispo auxiliar de Brasília, dom José Aparecido Gonçalves Almeida.

A proposta é refletir sobre as expressões ligadas à Renovação Carismática e aos carismas pentecostais na Igreja no Brasil, tratando de questões relacionadas à doutrina, liturgia e compromisso social, por exemplo. Desses grupos, segundo dom Geovane, nasceram ministérios, serviços e novas comunidades, cujas expressões “têm uma forte presença nos meios de comunicação social e forte influência na forma de pensar de uma grande parte dos fiéis católicos”. 

Sínodo

As atividades da manhã foram concluídas com um encontro dos bispos com a Secretaria do Sínodo, que falou sobre o processo de preparação para a XVI Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos, cujo tema proposto pelo Papa Francisco é “Por uma Igreja sinodal: comunhão, participação e missão”. Direto de Roma, contataram os bispos o secretário geral do Sínodo, cardeal Mario Grech, e os subsecretários monsenhor Luis Marìn de San Martin e irmã Nathalie Becquart. Eles explicaram sobre as motivações para a assembleia sinodal, reconheceram o processo da Assembleia Eclesial da América Latina e do Caribe e incentivaram a contribuição do Brasil. A secretaria do Sínodo ainda deseja que o processo do sínodo ajude também “a sentir toda a Igreja a dar uma resposta nesse momento que estamos vivendo”.

Confira a carta sobre o próximo sínodo: Nota do Sínodo dos Bispos (21 de maio de 2021)

O cardeal Mario Grech ressaltou que o Sínodo é uma experiência de um caminho de escuta. “Nós vamos caminhar com vocês, escutar essa experiência porque sabemos que todos tem muito a falar. O sínodo não é apenas um evento celebrado em Roma, mas um processo que envolve toda a Igreja. É por esse motivo que abrimos a primeira fase da consulta do povo de Deus nas Igrejas particulares, será a primeira fase”, explicou.

(Com informações de CNBB)

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter