Economia de Francisco e Clara será tema de audiência pública na Alesp nesta quinta-feira

Evento  é  articulado  pela  juventude  convocada  pelo  Papa  Francisco  junto  a  demais organizações brasileiras que atuam por uma economia que faz viver, inclui, humaniza e cuida da criação

Economia de Francisco e Clara será tema de audiência pública na Alesp nesta quinta-feira, Jornal O São Paulo

Na quinta-feira, 23, das 13h às 17h, acontece a audiência pública “Economia de Francisco e Clara na Alesp: diálogo e propostas para edificar uma nova economia”, no Auditório Teotônio Vilela, na sede da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp).

O evento será presencial e, também, transmitido pelo Youtube.

Protagonizado pela juventude da Economia de Francisco e Clara e apoiado por diversas organizações da sociedade civil, a audiência, de acordo com os organizadores, “tem o propósito de unir lideranças políticas e a população   para  um  diálogo  aberto  e propositivo  sobre  iniciativas que  favoreçam uma economia mais humana, solidária, inclusiva e com impactos socioambientais positivos”.

Os seguintes deputados estaduais já manifestaram seu apoio à audiência: Marcos Damasio (PL), Marcia Lia (PT), Marina Helou (Rede) e Janaina Paschoal (PRTB).

Além dos parlamentares já citados, estão confirmados para contribuir com o diálogo os economistas Dr. Ladislau Dowbor; Enimpacto; do Instituto de Cidadania Empresarial (ICE); Sistema B Brasil; Economia de Comunhão Brasil; Associação de Captadores de Recursos; Organizações Religiosas e Movimentos Sociais; além de representantes da Comissão de Direito do Terceiro Setor da OAB/SPe da Economia Solidária.

Sobre a Economia de Francisco

Em meados de maio de 2019, o Papa Francisco convocou jovens economistas, empresários, ativistas sociais e acadêmicos para iniciar um processo de alteração da economia atual para economia do amanhã, que faz viver, inclui, humaniza e cuida da criação, apresentando aos jovens o exemplo de São Francisco de Assis.

No Brasil, a discussão foi ampliada para a dimensão de “Economia de Francisco  e  Clara”,  por  reconhecer  em  Santa  Clara,  o  papel  feminino  na família franciscana e a importância que a mulher vem desenvolvendo na economia global e em iniciativas diversas em igrejas, universidades, empresas e projetos sociais.

Fonte: Juventude Economia de Francisco e Clara

Deixe um comentário