Irmã Helena Corazza recebe prêmio ‘Comunicador da Paz’

Premiação foi concedida no Congresso Latino-americano e caribenho de Comunicação

Irmã Helena Corazza recebe prêmio ‘Comunicador da Paz’, Jornal O São Paulo
CRB Nacional

Na quinta-feira, 14, no final do 6º Congresso Latino-Americano e Caribenho de Comunicação, no Panamá, aconteceu a premiação da distinção “Comunicador da Paz”. A religiosa paulina, Irmã Helena Corazza foi agraciada com a premiação, na categoria “Trajetória em vida”, entregue de forma virtual. 

O prêmio, entregue a cada quatro anos, têm como objetivo prestar homenagens aos comunicadores que, durante sua trajetória, promovem uma cultura de paz e constroem uma sociedade justa e fraterna, além de promoverem o exercício de uma cidadania plena, o fortalecimento da democracia participativa e a construção da paz no continente latino-americano. 

O PRÊMIO

Irmã Helena Corazza recebe prêmio ‘Comunicador da Paz’, Jornal O São Paulo

O Prêmio Comunicador da Paz é um reconhecimento que a Associação Católica Latino-Americana e Caribenha de Comunicação (SIGNIS ALC), entrega a comunicadores comprometidos com um trabalho que promova o exercício de uma cidadania plena, o desenvolvimento dos povos e contribua com a construção da paz no continente. 

O reconhecimento a ser entregue consiste numa placa de madeira que conjuga simbolicamente elementos que remetem à construção da paz e ao exercício da comunicação, que faz parte da missão de SIGNIS ALC.

A placa artesanal, elaborada em madeira, foi concebida em coerência com o compromisso institucional de favorecer o cuidado com a Casa Comum, utilizando um recurso renovável, na medida que quer expressar, com esse gesto, um questionamento à exploração dos minerais metálicos, que ocasiona uma grave destruição da natureza.

Na placa é possível identificar três elementos, em baixo relevo: uma mão aberta numa expressão de quem quer alcançar a paz, esta simbolizada pela pomba, em cujas asas se pode apreciar referencias à diversidade cultural que caracteriza a nossa região. Também quer representar o ofício de escrever, que é fundamental no processo de comunicação, cuja tarefa se vê representada nas canetas da pomba. E, no fundo, se vê uma cruz, que é o maior símbolo da identidade e missão das e dos comunicadores católicos.

Fonte: CRB Nacional

Deixe um comentário