Irmãs Scalabrinianas festejam os 150 anos do nascimento da Beata Assunta Marchetti

Dom Luiz Carlos Dias presidiu missa na Capela, na Vila Prudente

Congregação das Irmãs Scalabrinianas

Na Solenidade da Assunção da Virgem Maria, no domingo, 15, Dom Luiz Carlos Dias presidiu missa na Capela Beata Assunta Marchetti, na Vila Prudente, por ocasião dos 150 anos do nascimento da Bem-Aventurada, fundadora da Congregação das Irmãs Scalabrinianas.

No início da celebração, a Irmã Leocádia Mezzomo, MSCS, saudou a todos, recordando que naquele local Madre Assunta viveu por muitos anos e cuidou de muitos órfãos e abandonados, em especial migrantes, até falecer em 1948: “Hoje o céu faz uma festa especial porque comemora a chegada da Mãe de Jesus aos céus, e nós celebramos, também com alegria, os 150 anos da Bem-Aventurada Assunta Marchetti”.

No início da celebração, entraram as relíquias de primeiro, segundo e terceiro graus da Beata e seus objetos pessoais, como a lanterna que usava para as orações noturnas.

“Que elevemos os nossos corações a Deus, irmãos, para que esta celebração possa nos animar a sermos discípulos de Jesus Cristo, e amar a Igreja e amar Maria, e dessa forma esse amor se transforme em auxílio para os irmãos necessitados, seguindo o exemplo de Madre Assunta Marchetti, que dedicou toda a sua vida às crianças”, disse Dom Luiz Carlos, no começo da missa.

Na homilia, o Bispo Auxiliar da Arquidiocese na Região Belém saudou novamente as Irmãs Scalabrinianas e a equipe de canto formada por crianças atendidas na Casa Madre Assunta, destacando ser este um belíssimo sinal da obra iniciada e continuada por sua fundadora.

Sobre a Solenidade da Assunção de Nossa Senhora, Dom Luiz lembrou aos fiéis que Maria foi glorificada e plenamente transformada pela ressurreição de seu Filho. Também disse que a Assunção de Nossa Senhora é um grande sinal da fé cristã.

O Bispo Auxiliar da Arquidiocese também falou sobre a vida religiosa consagrada, “um grande testemunho, pois vemos que é melhor estarmos diante de Deus”. Ele animou os fiéis à vocação religiosa e ressaltou os trabalhos de Madre Assunta no bairro da Vila Prudente e as demais ações que iniciou e são mantidas ainda hoje.

Dom Luiz Carlos exortou os fiéis a irem ao encontro dos mais necessitados, como Maria fez com Isabel e como Madre Assunta fez com as crianças órfãs.

No fim da celebração, o Bispo pediu que todos rezassem pelas Irmãs Scalabrinianas, para que suscitem mais vocações na Igreja.

(Por Fernando Arthur – Colaborador de Comunicação na Região)

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter