Mais de 30 mil pessoas visitam a ExpoCatólica

Organização do evento destaca o aumento expressivo no número de sacerdotes participantes. Novos atrativos como cinema e a Techno Church despertaram a atenção do público

Fotos: Luciney Martins/O SÃO PAULO

Uma feira com maior participação do público, estandes mais robustos, atrações musicais e o reforço da busca da excelência no agir evangelizador. Assim foi a ExpoCatólica 2024, encerrada na tarde do domingo, 7, no Pro Magno – Centro de Eventos, na zona norte da capital paulista.

De acordo com os organizadores, durante os quatro dias de evento, iniciado na quinta-feira, 4, mais de 30 mil pessoas passaram pelos estandes dos 240 expositores e outras atividades da feira, como os fóruns temáticos.

A feira cresceu em vários aspectos, não só em tamanho, mas em qualidade.  Na qualidade dos estandes, por exemplo: mais bonitos, mais temáticos, atraindo, assim, muitas pessoas. A feira teve aumento de público em todos os perfis, mas no de padres o crescimento foi maior que de 300% em relação ao ano passado. E esse público tem maior poder de decisão, é capaz de fazer mais negócios com os expositores, estabelecer relacionamento, fazer maior networking”, comentou Fábio Castro, diretor da Promocat Marketing Integrado, empresa idealizadora e promotora da ExpoCatólica.

AMPLIAÇÃO

Segundo a Promocat, o número de 30 mil visitantes foi bem superior aos cerca de 20 mil do ano passado.

A ampliação da ExpoCatólica também pode ser mensurada pela realização dos congressos simultâneos, em sete auditórios, dos quais participaram cerca de 3 mil pessoas.

Estes eventos mais direcionados foram o Seminário de Formação de Secretários Paroquiais; o Meeting de Turismo Religioso; Código Divino – A inteligência artificial no processo pedagógico das escolas católicas; Seminário Festeiros; 1º Fórum Caridade Organizada; Conectar – Fórum Católico de Comunicação; Imersão em Sustentabilidade Evangelizadora; Coordenação de Catequese; e uma conferência com o Padre Rafael Capó, Vice-Reitor e Decano de Teologia da Universidade St. Thomas, em Miami, nos Estados Unidos, com o tema “Cultivando virtudes em santidade e força para o Reino de Deus”.

Cerimônia de abertura do evento

EXIBIÇÃO DE FILMES CATÓLICOS

Em parceria com a Kolbe Arte Produções Artísticas, a Lumine (serviço de streaming católico) e a Secretaria da Cultura, Economia e Indústrias Criativas do Estado de São Paulo, também houve a exibição gratuita de filmes católicos, iniciativa que deverá ser ampliada no próximo ano.

“O cinema foi uma grande atração e ampliaremos essa área para o ano que vem. Vamos propor à Arquidiocese de São Paulo e às dioceses vizinhas uma parceria com as famílias de catequizandos e os catequistas, para que possam trazer as crianças e jovens de maneira gratuita à Expo, colocando ônibus nas paróquias, em especial as da periferia, para que todos tenham a experiência de assistir um bom filme católico, em qualidade de cinema mesmo”, comentou Fábio.

TECHNO CHURCH

No segundo andar do Pro Magno – Centro de Eventos foi montado o espaço Techno Church, com a apresentação de equipamentos, sistemas, infraestrutura e soluções específicas para as igrejas, unindo a tecnologia a serviço da evangelização.

“Com a Techno Church, trouxemos eventos ligados a tecnologia para igrejas, que vão desde sistemas de gestão paroquial até equipamentos mais tecnológicos para som, luz e projeções. Foram três auditórios com temáticas de inteligência artificial, tecnologia de gestão eclesial, tecnologia acústica e tecnologia para construção de igrejas”, detalhou Fábio.

TURISMO RELIGIOSO

Outro destaque da ExpoCatólica foi a ampliação dos estandes relacionados ao turismo religioso, seja o de operadoras de viagem, seja os organizados por estados, entre os quais São Paulo, Pará, Pernambuco, Santa Catarina, Goiás e Rio de Janeiro.

“O turismo religioso cresceu bastante nos últimos anos. Foi uma grata surpresa a presença de grandes estados que descobriram a ExpoCatólica, como a presença de São Paulo, que esteve em um grande estande, divulgando não apenas os santuários mais famosos, mas outros centros de peregrinação e rotas de fé menos conhecidos”, comentou Fábio, destacando ainda que para o próximo ano já há tratativas para a presença de um estande do estado Minas Gerais entre os expositores.

FOCO NA EVANGELIZAÇÃO

Cardeal Scherer visita o estande da Arquidiocese na ExpoCatólica

E apesar da grandiosidade dos números, a ExpoCatólica 2024 não perdeu seu foco principal: potencializar a evangelização.

“A evangelização é o propósito que nos traz aqui. Eu falava para Dom Rogério Augusto das Neves, que presidiu a missa de envio para os expositores hoje cedo, de que desde a hóstia que ele consagrou para nos oferecer o Cristo, até o banco da Igreja, passando pelo material litúrgico, arte sacra, reforma e construção da arquitetura religiosa, tudo é produzido por alguém que está na ExpoCatólica, seja expondo, seja visitando. Portanto, aqui estão empresários, empreendedores que dedicam suas vidas, muitas vezes toda família trabalha nesse processo, em que o produto é algo que colabora com a missão da Igreja, que é evangelizar. Não basta fazermos bons negócios, estes precisam promover a evangelização”, prosseguiu Fábio Castro.

GRATIDÃO AO APOIO DA ARQUIDIOCESE

Por fim, o diretor da Promocat Marketing Integrado agradeceu ao apoio da Arquidiocese de São Paulo para a realização da ExpoCatólica, de modo especial ao Cardeal Scherer, Arcebispo Metropolitano; a Dom Rogério Augusto, Bispo Auxiliar que presidiu a missa no domingo, e ao Vicariato Episcopal para a Pastoral da Comunicação.

“Se a Igreja em São Paulo não apoia, a feira não acontece. Não porque a gente não possa ir sozinho, mas não queremos ir sozinhos. Realizar a ExpoCatólica sem a Igreja não faz sentido. Eu agradeço imensamente à Igreja em São Paulo e ao povo da Arquidiocese nas paróquias, os agentes de pastoral, secretárias, catequistas que aqui vieram”.

Fábio Castro também lembra que o bom êxito da feira só foi possível com todo o empenho da equipe da Promocat, com seus 120 colaboradores diretos e outras 800 pessoas entre os prestadores de serviço.

“Não é possível fazer evento dessa grandeza apenas na boa vontade, de modo voluntário. É preciso ter uma estrutura de evento profissional, até porque há regras, exigências do Corpo de Bombeiros, questões de saúde, de administração de trânsito. Tudo isso exige de nós muito esforço e união de profissionais competentes da área de eventos”, comentou Fábio, destacando, porém, que para todos os envolvidos é um evento diferenciado dos demais.

“Os testemunhos das próprias equipes de trabalho, dos seguranças e dos colaboradores da limpeza que participaram dos momentos oracionais e das missas é de que trabalhar para a ExpoCatólica é o melhor momento do ano das suas profissões. E isso nos faz acreditar que estamos cumprindo a nossa meta que é evangelizar”.

ARQUIDIOCESE DE SÃO PAULO NA EXPOCATÓLICA

A Arquidiocese de São Paulo marcou presença na ExpoCatólica no estande do Vicariato Episcopal para a Pastoral da Comunicação, com programações ao vivo da rádio 9 de Julho, a redação on-line do jornal O SÃO PAULO (www.osaopaulo.org.br) e divulgações da Pastoral Vocacional e da Catedral da Sé.

Pelo estande passaram autoridades, como o prefeito Ricardo Nunes; o Arcebispo de São Paulo e bispos de outras dioceses.

guest
1 Comentário
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Fábio
Fábio
8 dias atrás

Havia um estande da cidade de Cristina minas gerais.
Onde estava falando da rota das capelas e turismo local