Prefeitura de São Paulo decreta luto oficial de 3 dias pela morte de Jô Soares

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, anunciou na manhã da sexta-feira, 5, que decretará luto oficial de 3 dias na cidade de São Paulo, a partir do sábado, 6, em razão da morte do humorista, jornalista e apresentador Jô Soares.

Foto: Memória da TV

Nascido em 16 de janeiro de 1938, no Rio de Janeiro (RJ), José Eugênio Soares, morreu no dia 5, aos 84 anos, em São Paulo (SP). Ele estava internado havia oito dias no Hospital Sírio-Libanês. O motivo da morte não foi revelado. O velório será restrito a familiares e amigos, em local não revelado.

“Perdemos todos, nós brasileiros, um dos mais talentosos artistas do Brasil. Jô Soares encantou gerações no teatro, na televisão, no cinema e na literatura. Além disso, projetou positivamente o nome do Brasil no cenário internacional com a sua notável inteligência, cultura e o seu humor sofisticado. Fará muita falta, é inegável, mas a sua obra permanecerá e continuará inspirando os artistas que virão. Em nome da cidade de São Paulo, meus sinceros sentimentos e minha solidariedade à família, parentes e amigos”, manifestou o prefeito de São Paulo.

TRAJETÓRIA

Em sua vasta carreira, Jô Soares acumulou experiências como ator em teatro, cinema e televisão, além de dramaturgo, roteirista e diretor. Inicialmente, consolidou-se, sobretudo, como comediante, mas logo passou a destacar-se, também, como jornalista e escritor.

Ele ingressou na TV Globo em 1970, protagonizando o programa ‘Faça Humor, Não Faça Guerra’, depois de passagens pelas TVs Continental, Rio, Tupi, Excelsior e Record. Nesse período, atuou em humorísticos como Noites Cariocas e Família Trapo. Em 1981, estreou ‘Viva o Gordo’, seu próprio programa. Seis anos depois, Jô deixou a Globo para apresentar seu próprio programa, inspirado nos talk-shows norte-americanos, no SBT, o programa “Jô – Onze e Meia”. De volta à TV Globo, em 2000, comandou por 16 anos o “Programa do Jô”.

ENTREVISTA COM DOM ODILO EM 2009

Entre as mais de 14 mil pessoas que Jô Soares entrevistou em seus programas de talk-show na TV Globo e no SBT esteve o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, no ano de 2009.

Fontes: Prefeitura de São Paulo e Memória Globo

Deixe um comentário