Deixai vir a mim os pequeninos (Mt 19,14)

A Jornada Mundial das Crianças, idealizada pelo Papa Francisco e com sua primeira edição marcada para 25 e 26 de maio, em Roma, será um evento global dedicado exclusivamente às crianças. Com o lema “Com Jesus, vamos caminhar juntos”, a Jornada tem como objetivo celebrar a infância, reconhecer a importância das crianças na sociedade e defender seus direitos. A programação inclui momentos de oração, reflexão, debates e atividades lúdicas, com a participação de crianças e adultos de diversos países e culturas.

As palavras proferidas pelo Pontífice na convocação para esta Jornada remetem à admoestação feita pelo próprio Senhor, Jesus Cristo: “Deixai vir a mim os pequeninos e não os impeçais, porque o Reino dos Céus é para aqueles que lhes são semelhantes” (Mt 19,14). Quando pequenas, em sua fase de crescimento, as crianças naturalmente estão pré-dispostas para novos aprendizados; quanto mais estímulos positivos forem dados a elas, compreenderão o desígnio e os motivos para atuar no mundo, amando o próximo.

O propósito da Jornada Mundial das Crianças consiste em proporcionar um espaço de oração, reflexão e compartilhamento de experiências, fortalecendo sua fé e promovendo os valores cristãos. O evento serve como uma forma de conectar crianças de diferentes etnias e culturas, promovendo senso de unidade e pertencimento na comunidade global da Igreja. Todas que estarão lá, independentemente das diferenças culturais e de seus costumes, vão se encontrar por um motivo comum de unidade e paz.

“Eu renovo todas as coisas” (Ap 21,5). Esse foi o lema escolhido pelo Papa Francisco para esta 1ª Jornada Mundial das Crianças. Excelente oportunidade de proporcionar momento de aprendizado sobre sua fé, ensinamento sobre a vida de Nosso Senhor Jesus Cristo, importância da oração e da prática espiritual na vida diária. Hão de ser enfatizados os ensinamentos de Cristo, como o amor ao próximo, compaixão, justiça social e o cuidado com a natureza. Com a participação neste evento, as crianças poderão aprender como aplicar esses valores em suas vidas diárias e fazer a diferença no mundo ao seguir os ensinamentos de nosso Mestre e Senhor.

As crianças poderão vivenciar, em Roma, uma experiência transformadora, desenvolver suas habilidades, como trabalho em equipe, empatia e liderança, moldando as suas identidades e capacitando-as de modo pedagógico para que, de forma emocionalmente sadia, possam perceber as perspectivas do mundo atual e futuro, transformando-se em agentes de mudança em seus ambientes sociais. São ideais que já têm dado frutos antes de a Jornada começar. Cito um exemplo: na Quinta-feira Santa, na Capela de Sion, na missa com o rito do lava-pés, presidida pelo Padre José Ulisses Leva, a comunidade teve a alegria e emoção de ver as crianças participarem deste ato litúrgico. As crianças abrem o mundo delas para aqueles que de modo próximo e sincero as respeitam e lhes dão acolhida. Lembremo-nos disso! Que nossas crianças sejam bem-aventuradas no relacionamento com Cristo Jesus, que sejam exemplo e fruto do Amor Divino para com seus próximos, que gerem frutos na sociedade e em toda sua dimensão existencial.

guest
1 Comentário
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Michele Marreira
Michele Marreira
14 dias atrás

Ótima matéria!! É de suma importância investir no conhecimento espiritual de nossas crianças; para que cresçam em tamanho e sabedoria, se desenvolvendo também intelectualmente.