Tu pensas conforme Deus?

Caminhando com os apóstolos para Jerusalém, Jesus lhes revela qual será o fim de sua própria vida: em Jerusalém ele deverá sofrer muito, será rejeitado pelas autoridades religiosas e será morto, mas ressuscitaria ao terceiro dia (cf. Mc 8,31). Pedro protesta e quer defender Jesus, dizendo que isso nunca aconteceria (cf. Mc 8,32-33). Ele estava disposto a usar a força e sua liderança para livrar o Mestre de tais terríveis ameaças. Pedro também tenta impedir a prisão de Jesus no Jardim das Oliveiras, avançando com a espada sobre os guardas e cortando a orelha de um deles (cf. Jo 18,10-11). Nos dois casos, Jesus o repreende por querer agir com violência para resolver uma situação, dizendo-lhe: “Tu não pensas conforme Deus, mas, sim, como os homens”.

A vida dos cristãos deve ser marcada por esse contínuo “pensar conforme Deus”. A questão é saber o que significa “pensar conforme Deus”? Jesus manda que Pedro saia da sua frente e volte à condição de discípulo, o que significava: Pedro precisava aprender mais, compreender melhor o que Deus quer, ser menos pretensioso, não querer resolver as coisas com um golpe de força. E Jesus pede a Pedro e aos demais que devem estar prontos a seguir seus passos, mesmo num caminho difícil, tomando aos ombros também a própria cruz. Pensar conforme Deus, por vezes, requer paciência e amadurecimento, mesmo por meio do sofrimento, para compreender os desígnios de Deus.

Os apóstolos pouco ou nada compreenderam disso naquele momento. De fato, logo em seguida, continuando o caminho para Jerusalém atrás de Jesus, começaram a discutir entre si sobre quem era o maior entre eles e quem deveria ocupar os lugares mais importantes, quando Jesus tomasse conta do trono de Davi, em Jerusalém. Jesus os surpreende e pergunta-lhes: “O que vocês andaram discutindo pelo caminho?” (Mc 9,33). Com aquele jeito de cumplicidade de quem tem um segredo comprometedor, eles nada respondem. Mas o evangelista revela: “Pelo caminho, eles tinham discutido quem deles é o maior” (Mc 9,34).

Mais uma vez, Jesus ensina-lhes que isso não é “pensar conforme Deus”. As vaidades e rivalidades, a soberba e a busca do poder pelo poder não são um pensar e agir conforme Deus. E os convida a verem a vida de outro modo: não para ambicionar coisas, que dão um brilho fugaz de fama, por vezes conquistadas de maneira desonesta e nada transparente. A vida é ocasião de servir os outros, amar e fazer o bem a todos. Quem quiser ser grande se faça pequeno e simples como uma criança. Quem quiser ser o primeiro se coloque a serviço de todos, com desapego e grande humildade. Jesus ensina que Ele mesmo não veio para ser servido, buscar poderes, vaidades e vantagens para si neste mundo, mas para servir e entregar a sua vida por amor a todos (cf. Mc 9,35-36).

A Carta de São Tiago é dirigida a uma comunidade onde havia brigas, divisões, busca dos primeiros lugares, vantagens pessoais e desprezo pelos pobres. O autor mostra que, quando há pessoas que não pensam conforme Deus, acontecem invejas, desordens e toda espécie de maldades. As paixões humanas desenfreadas trazem brigas, cobiças, lutas e guerras. Tiago exorta a buscar “a sabedoria que vem do alto”, que é pura e não corrompida, ensina a justiça, traz a paz e não a guerra, é modesta e conciliadora, cheia de misericórdia e de bons frutos. Em outras palavras, buscar a verdadeira sabedoria, que torna possível “pensar conforme Deus” (cf. Tg 3,16 – 4,3). 

Onde encontramos essa sabedoria, que vem do alto? Jesus convida a seguir o seu exemplo, aprendendo dele essa sabedoria. São Paulo diz que Jesus Cristo crucificado é “sabedoria de Deus para o mundo” (cf. 1Cor 1,22-25), e nem sempre é compreendida e aceita. E Jesus mesmo ensina que a sabedoria de Deus para nós está resumida no amor a Deus e ao próximo. Nós também temos a necessidade buscar e acolher constantemente a “sabedoria que vem do alto”. Ler a Bíblia com fé, conhecer melhor a Palavra de Deus, faz-nos conhecer melhor a sabedoria de Deus. E nos faz sábios e capazes de “pensar conforme Deus”.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter