1 milhão de peregrinos são aguardados em Lisboa para a JMJ

Os voluntários já começaram a chegar a Lisboa, Portugal, e nas próximas semanas cerca de 1 milhão de peregrinos, de diferentes partes do mundo, são aguardados para participar da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), entre 1º e 6 de agosto. Os eventos centrais da ocorrerão no Campo da Graça, no Parque Tejo.

Antes, porém, já a partir da quarta-feira, 26, mais de 67 mil deles, de 126 países, vivenciarão os Dias nas Dioceses, o encontro que antecede a semana da JMJ. Até 31 de julho, 17 dioceses portuguesas acolherão os jovens, divididos em mais de 950 grupos. A maioria, 16,5 mil, estará na cidade do Porto. Ao longo destes dias, eles vão conhecer as especificidades dessas igrejas locais, as pessoas e a região, a partir de um programa comum, centrado em cinco pilares: acolhimento, descoberta, missão, cultura e envio.

Um momento histórico para a Igreja e para Portugal. Conforme o balanço divulgado no fim de junho pelo Comitê Organizador Local (COL), os cinco países com maior quantidade de peregrinos inscritos na JMJ Lisboa 2023 são Espanha (58,5 mil), Itália (53,8 mil), França (41 mil), Portugal (32,7 mil) e Estados Unidos (14,4 mil).

Este número tende a ser maior quando for divulgada a próxima atualização. A participação das pessoas nos atos centrais da JMJ – Missa de Abertura, Acolhimento do Papa, Via Sacra, Vigília com o Santo Padre e Missa de Envio – é gratuita e não requer inscrição prévia e por isso o COL tem a expectativa de que cerca de 1 milhão de pessoas estejam na JMJ Lisboa 2023.

“Segundo o histórico das jornadas, para cada inscrito participam mais dois ou três. Estou convencido de que estamos a falar de um conjunto de jovens inscritos e não inscritos de cerca de um milhão de participantes”, declarou, em junho, Dom Américo Aguiar, Bispo Auxiliar de Lisboa, Presidente da Fundação JMJ Lisboa 2023 e que será feito cardeal pelo Papa Francisco no consistório público de 30 de setembro.

Mais do que a preocupação com a quantidade de participantes, entre os organizadores há grande expectativa acerca do legado que essa Jornada deixará para a evangelização das novas gerações, especialmente em Portugal.

“Esta experiência de militância, de tantos milhares de jovens em Portugal, certamente vai criar uma geração, a Geração 2023, e isso se vai notar nas décadas seguintes. Não tenho dúvida alguma”, disse o Cardeal Manuel Clemente, Patriarca de Lisboa, em entrevista à Agência Ecclesia no começo de julho.

“Em todo o lado, encontrei muito entusiasmo, muita boa vontade, não só por Portugal ficar por uma semana em evidência, nos veículos de comunicação mundiais, mas pelo que isso significa de mobilização juvenil, de refrescamento até da própria sociedade portuguesa”, declarou o Cardeal na mesma entrevista.

A Virgem Maria como modelo à juventude. “Nestes últimos tempos tão difíceis, em que a humanidade já provada pelo trauma da pandemia, é dilacerada pelo drama da guerra, Maria reabre para todos e em particular para vós, jovens como Ela, o caminho da proximidade e do encontro. Espero e creio fortemente que a experiência que muitos de vós ireis viver em Lisboa, no mês de agosto do próximo ano, representará um novo começo para vós jovens e, convosco, para toda a humanidade”, escreveu o Papa Francisco, em agosto de 2022, na mensagem para esta edição da JMJ, que terá como tema “Maria levantou-se e partiu apressadamente” (Lc 1,39).

Francisco também lembrou aos jovens que “é tempo de voltar a partir apressadamente para encontros concretos, para um real acolhimento de quem é diferente de nós, como acontece entre a jovem Maria e a idosa Isabel. Só assim, superaremos as distâncias entre gerações, entre classes sociais, entre etnias, entre grupos e categorias de todo o gênero, e superaremos também as guerras”.

O Pontífice revelou ainda que sonha que nesta JMJ os jovens possam experimentar novamente a alegria do encontro com Deus e com os irmãos após o prolongado período de distanciamento imposto pela pandemia: “Com a ajuda de Deus, reencontraremos juntos a alegria do abraço fraterno entre os povos e entre as gerações, o abraço da reconciliação e da paz, o abraço de uma nova fraternidade missionária! Que o Espírito Santo acenda nos vossos corações o desejo de vos levantardes e a alegria de caminhardes todos juntos, em estilo sinodal, abandonando falsas fronteiras”.

PATRONOS

A JMJ Lisboa 2023 tem 13 patronos, santos e beatos– homens, mulheres e jovens –, que demonstraram que a vida de Cristo preenche e salva a juventude sempre. São eles: São João Paulo II, São João Bosco, São Vicente de Paulo, Santo Antônio de Lisboa, São Bartolomeu dos Mártires, São João de Brito, Beata Joana de Portugal, Beato João Fernandes, Beata Maria Clara do Menino Jesus, Beato Pier Giorgio Frassati, Beato Marcel Callo, Beata Chiara Badano e Beato Carlo Acutis. Leia o perfil completo em: https://www.lisboa2023.org/pt/patronos.

E TAMBÉM VAI ROLAR NA JORNADA

Festival da Juventude, com 480 eventos em mais de 100 espaços, incluindo 16 grupos de teatro e dança, com jovens peregrinos de diversas partes do mundo. Jovens portugueses, por exemplo, encenarão as peças “Evangelho – o Musical” e “Teatro com luz negra – Amor a Portugal”. Também haverá a apresentação de estilos de dança de várias partes do mundo – vietnamita, hebraica, libanesa – e ainda os World Youth Dance Crew e um Flash Mob com os jovens do Movimento Juvenil Salesiano Mundial. Acontecerão, ainda, 38 conferências, com temas ligados à vocação, à missão, aos desafios da sociedade atual, à cidadania e ao mundo profissional.

Cidade da Alegria: este será um ambiente em que os peregrinos serão convidados a olhar para a própria vida e a descobrir um caminho como resposta a Deus. O espaço terá como tema “da vocação ao perdão, do perdão à vocação”. Nesse local também acontecerá a Feira Vocacional, com mais de 150 movimentos, associações, comunidades, ordens religiosas e projetos de caridade social. Haverá ainda uma capela para orações e o Parque do Perdão, com 150 confessionários, feitos com materiais recicláveis, construídos por detentos das unidades prisionais de Coimbra, Paços de Ferreira e do Porto. Saiba mais detalhes em https://www.lisboa2023.org/pt/.

guest
1 Comentário
Inline Feedbacks
Veja todos os comentários
Marcos
Marcos
7 meses atrás

Sensacional