Arquidiocese apresenta sua estrutura de comunicação na 15a ExpoCatólica

A Arquidiocese de São Paulo marcou presença na 15a edição da ExpoCatólica, realizada entre os dias 27 e 30 de maio, no Pavilhão Amarelo do Centro de Exposições e Convenções Expo Center Norte, em São Paulo. A maior feira de produtos e serviços para igrejas e instituições católicas da América Latina reuniu expositores de livros, artigos religiosos, móveis, equipamentos, serviços, turismo e educação católicos. 

Cardeal Odilo Scherer, Arcebispo Metropolitano, visita o estande da Arquidiocese de São Paulo na 15a ExpoCatólica e dialoga com profissionais dos veículos de comunicação arquidiocesanos
Fotos: Luciney Martins/O SÃO PAULO

Este ano, o estande da Arquidiocese deu destaque aos veículos de comunicação (jornal O SÃO PAULO, rádio 9 de Julho, folheto Povo de Deus em São Paulo e mídias digitais), contando com um estúdio multimídia de onde foi transmitida uma programação especial para a rádio e mídias digitais, além da redação que permitiu que os visitantes acompanhassem o processo de edição do semanário arquidiocesano e a produção de notícias em tempo real sobre a feira para o site do jornal. 

Os visitantes da ExpoCatólica encontraram pessoalmente os comunicadores e demais profissionais dos veículos arquidiocesanos, e permaneceram diante do estúdio de vidro para acompanhar as atrações da única rádio que transmitiu sua programação ao vivo durante toda a feira. 

Por ocasião do Dia Mundial das Comunicações Sociais, celebrado no domingo, 29 de maio, o Vicariato Episcopal para a Pastoral da Comunicação promoveu a atividade “Pascom Experience”, uma série de laboratórios de mídia voltados para agentes da Pastoral da Comunicação (Pascom). Ao longo de toda a feira, os agentes da Pascom colaboraram na acolhida dos visitantes e na apresentação da estrutura de comunicação da Arquidiocese. 

Mais do que uma aula, foi uma experiência de imersão no dia a dia dos meios de comunicação. A estudante de Publicidade Giovanna Sionti Costa foi uma das participantes da atividade e ficou admirada por conhecer a estrutura e a equipe de mídia da Igreja em São Paulo. “Projetos como esse devem ser mais divulgados”, disse. 

INTEGRAÇÃO 

Para Karen Eufrosino Santos, coordenadora da Pascom na Região Episcopal Ipiranga, a participação no estande da Arquidiocese foi uma expressão concreta na busca de integração dos serviços de comunicação da Igreja em São Paulo e um testemunho de unidade. “Foi uma verdadeira experiência de pertencimento”, afirmou. 

Juliana Bacci, da Região Episcopal Santana, ressaltou a oportunidade de conhecer pessoalmente a rotina e os profissionais da rádio e do jornal que sempre dão suporte à Pascom por meio do contato virtual. “Fazer parte da acolhida me proporcionou a experiência de conhecer pessoas interessadas nos meios de comunicação da Arquidiocese”, acrescentou. 

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, esteve na ExpoCatólica na sexta-feira, 27 de maio. Ele percorreu a feira e dialogou com expositores. Na visita ao estande da Arquidiocese de São Paulo, ele foi ao estúdio móvel da rádio 9 de Julho, durante o programa “Em Família”, apresentado por Cidinha Fernandes. 

Referindo-se ao Dia Mundial das Comunicações Sociais, Dom Odilo enfatizou que as comunicações sociais, em sua variedade instrumental, ajudam a evangelizar. 

“Jesus, ao subir aos céus, entregou aos apóstolos esta missão: ‘Vão, proclamem o Evangelho por todo o mundo’. Os apóstolos foram e usaram a voz, viajaram a diferentes lugares. Ainda não havia o rádio e a televisão, não havia o microfone, nem a internet. Hoje, temos esse instrumental tão grande de mídias, de meios de comunicação que podem estar a serviço da evangelização. Portanto, é muito importante que dediquemos nossa atenção para evangelizar por meio de todas as formas de comunicação”, afirmou, destacando, porém, que a comunicação pessoal nunca pode ser esquecida. 

Durante os dias de evento, alguns dos bispos auxiliares da Arquidiocese de São Paulo, bem como bispos de outras dioceses, também estiveram no estande, dialogaram com o público e participaram da programação da rádio. 

AMPARO PELA VIDA 

O estande da Arquidiocese também contou com a presença do Amparo Maternal, entidade que há mais de 80 anos atua na acolhida e assistência a gestantes, puérperas e bebês em situação de vulnerabilidade. 

Os agentes do Amparo Maternal também atraíram a atenção do público da feira para a campanha Amparo pela Vida, que visa a arrecadar fundos para a entidade continuar sua missão. 

“Fomos muito acolhidos pelas pessoas que passaram pela feira e se interessaram em conhecer nosso trabalho e colaborar de alguma forma”, relatou Lorenna Pirolo, diretora-presidente da entidade, que destacou, ainda, o crescimento da visibilidade do Amparo Maternal nas redes sociais durante a ExpoCatólica. 

“Fizemos muitos relacionamentos e contatos com possíveis patrocinadores, apoiadores e fomentos para projetos”, acrescentou Lorenna, destacando o quanto os empresários e responsáveis por instituições se identificaram com a causa promovida pela entidade. 

Além disso, o Amparo recebeu doações tanto financeira quanto de produtos dos expositores para serem leiloados em eventos da entidade, sem contar pessoas que manifestaram interesse de serem voluntárias na obra. “Nossa presença na feira realmente superou as expectativas”, completou a diretora. 

SALDO POSITIVO 

Adiada por dois anos devido à pandemia de COVID-19, a 15a ExpoCatólica marcou a retomada das atividades das empresas desse segmento. O saldo foi positivo, com mais de 21 mil visitantes e 200 expositores, além de palestras e eventos. 

Fábio Castro, diretor da Promocat Marketing Integrado, empresa idealizadora e promotora da feira, destacou ao O SÃO PAULO que as interrogações dos expositores e organizadores antes da feira foram todas satisfeitas positivamente. 

O empresário sublinhou que, embora a pandemia tenha impactado negativamente muitos expositores, também foi um período propício para se reinventarem e descobrirem novas oportunidades. “O mercado que atende a Igreja tem mostrado seu potencial. Destaco o turismo religioso, que nas edições anteriores da feira estava acanhado e agora tem perspectivas positivas, assim como os eventos.” 

Outra novidade própria dessa edição da ExpoCatólica é o impacto das mídias digitais, especialmente dos influenciadores e personalidades católicos que ganharam destaque no período da pandemia e que fizeram da feira um local de encontro presencial de muitos que se conheciam apenas virtualmente. 

Concluída a feira, os organizadores já começam a pensar na próxima. Em primeira mão, Fábio Castro informou que, como nas primeiras edições, a ExpoCatólica voltará a ser anual e por isso, em breve, será anunciada a data da edição de 2023. 

Deixe um comentário