Dom Odilo preside missa no jubileu de ouro da Paróquia Nossa Senhora das Graças 

“Fazei tudo o que Ele vos disser” (Jo 2,5). Com este tema, a comunidade de fiéis da Paróquia Nossa Senhora das Graças, na Vila Carolina, Região Brasilândia, comemorou o jubileu de ouro, com uma novena, concluída no dia 15, data em que a Paróquia foi erigida no ano de 1972. 

Cleber Assunção e Gisele Lima

Na Solenidade de Corpus Christi, na quinta-feira, 16, o Cardeal Scherer presidiu a missa que marcou o encerramento das festividades, e fez menção à importância e contribuição da Igreja na sociedade, de forma especial aos mais vulneráveis, bem como enalteceu o valor da Eucaristia e o compromisso que deve haver com a participação nas missas dominicais. 

“A Eucaristia é a presença real de Jesus. A Igreja é uma realidade de fé, na qual a comunidade se reúne em torno de Cristo, o centro da Igreja, aquele que nos leva a Deus”, ressaltou, motivando a comunidade a continuar a escrever as páginas futuras da evangelização no bairro. 

“Vocês, como comunidade, escreverão os próximos 50 anos. Escrevam páginas bonitas que fiquem marcadas na história. Cada época tem sua importância, mas, sobretudo, tem seu povo e cada um deixa sua marca”, disse o Arcebispo Metropolitano. 

Ao fim da celebração, o Padre José Domingos Bragheto, Pároco, agradeceu a Deus por estar à frente da Paróquia desde o começo deste ano. Ele se comprometeu a dar continuidade ao legado dos que já participaram dessa história cinquentenária. 

Na mesma ocasião, os fiéis confeccionaram um “tapete solidário” com roupas, cobertores e alimentos não perecíveis que foram doados à população carente. 

HISTÓRICO 

Tão logo chegou à Vila Carolina, em 1952, o farmacêutico Etienne Lamark Steinmeyer e sua esposa, Helena, faziam encontros de Catequese e a reza do Terço aos domingos em frente à sua farmácia. 

Em 27 de novembro de 1955, uma co- missão de moradores, liderada por Etienne, Vicente Braga e Maximiliano Borazzo, se mobilizou para construir uma capela dedicada a Nossa Senhora das Graças. 

O terreno foi adquirido em junho de 1957. A primeira missa na capela aconteceu em 1959. Entre 1965 e 1970, enquanto o templo era ampliado, formaram-se grupos de Apostolado da Oração, Vicentinos e Damas da Caridade. Em 15 de junho de 1972, Dom Paulo Evaristo Arns assinou o decreto de criação da Paróquia, desmembrando-a da São José da Vila Palmeiras. Em 30 de julho daquele ano, o Arcebispo celebrou a missa inaugural e deu posse ao primeiro Pároco, Padre Vicente de Paula Ferreira. 

Por Cleber Assunção e Gisele Lima
Especial para O SÃO PAULO

1 comentário em “Dom Odilo preside missa no jubileu de ouro da Paróquia Nossa Senhora das Graças ”

Deixe um comentário