Entusiasmo na fé e coragem no diálogo: as ‘sementes’ da visita de Francisco

“No Cazaquistão, já havia um profundo respeito pela Igreja Católica, mas a viagem apostólica do Papa Francisco, em setembro, teve o efeito de gerar maior consideração por nós, católicos, entre a população local. Acolher Francisco neste pequeno rebanho nos confirmou na fé e na missão cotidiana, que não é nossa, mas obra de Deus”, afirmou Dom Yevgeniy Zinkovskiy, Bispo Auxiliar de Karaganda e primeiro Bispo local do Cazaquistão. 

Entusiasmo na fé e coragem no diálogo: as ‘sementes’ da visita de Francisco, Jornal O São Paulo
Vatican Media

O tema do diálogo esteve no centro dos discursos de Francisco: “Suas palavras – destaca o Prelado – continuarão sendo um ponto de referência para a fé de todos os católicos no Cazaquistão: o ambiente multiétnico em que vivemos nos leva diariamente a nos empenharmos a trabalhar no diálogo, mas, a partir do exemplo que o próprio Pontífice nos deu, poderemos nos abrir ainda mais ao encontro com pessoas provenientes de outras tradições, culturas e religiões e, assim, aprender a viver e a nos amar: o diálogo é como uma semente que continuaremos a cultivar e um processo que pretendemos desenvolver”. 

A estada do Papa em Astana, capital do país asiático, também possibilitou a oportunidade de assinar um Acordo entre a Santa Sé e a República do Cazaquistão. Este documento, explica Dom Yevgeniy Zinkovskiy, representa “um grande dom, que beneficiará a missão da Igreja no país”. O Acordo facilitará a concessão de vistos e autorização de residência a pessoas do âmbito eclesiástico e religioso do exterior e proporcionará maior cuidado pastoral aos fiéis católicos no Cazaquistão”. 

“Todas essas ‘sementes’ plantadas pela visita do Papa – conclui o Bispo – se bem regadas e cuidadas, poderão germinar, crescer e frutificar, como Deus quer, na nossa comunidade, que é sempre um povo que caminha no mundo seguindo a Cristo.” 

O Cazaquistão tem quatro dioceses católicas, com um total de 70 paróquias. Há 91 sacerdotes no país, dos quais 61 são diocesanos e 30 religiosos. Segundo dados oficiais do Ministério das Relações Exteriores do Cazaquistão, dos mais de 17 milhões de habitantes do país, cerca de 26% são cristãos e 1% deles é católico. 

Fonte: Agência Fides 

Deixe um comentário