Cáritas Equador já ajudou cerca de 300 mil pessoas durante a pandemia

Um informe atualizado acerca do trabalho da Cáritas Equador detalha que a instituição ajudou cerca de 300 mil pessoas em situação vulnerável no primeiro mês de emergência sanitária devido ao novo coronavírus.

“Ainda queremos chegar a mais pessoas, necessitamos de tua ajuda”, pede a Cáritas no informe publicado em 28 de abril. Entre as principais formas de ajuda das 22 cáritas diocesanas do país estão a doação de kits de alimento e higiene, acompanhamento espiritual, cuidados médicos e atenção a menores órfãos.

No total, 74.078 famílias receberam acompanhamento da Cáritas Equador, sendo 69.135 do país e 4.943 de famílias migrantes.

“De acordo com a média, no Equador, as famílias compõe-se de quatro integrantes; o que nos indica que 296.312 pessoas foram beneficiadas pela Cáritas Equador durante o primeiro mês de emergência sanitárias pelo COVID-19. Nesse acompanhamento, 65% foram mulheres, 35% homens, 25% menores de idade, 24% adultos maiores de idade e 8% pessoas com deficiência”, afirma o informe.

“Reafirmamos nosso compromisso de continuar a ser essa mão que acolhe, esse rosto que acompanha e escuta. Neste emergência sanitária, as cáritas de todo o país estão e seguirão a acompanhar as famílias e pessoas que mais necessitam”, assegurou a instituição.

Por fim, no informe, a instituição agradeceu as empresas, a sociedade civil, a cooperação internacional de organizações fraternas que confiam no seu trabalho.

(Com informações de ACI Prensa)

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter