Coro da Catedral de Notre-Dame fará apresentação de Natal

Antes do incêndio no templo, em abril de 2019, grupo realizava cerca de 60 concertos por ano

Ainda em fase de restauro, Catedral de Notre-Dame receberá concerto de Natal, em 24 de dezembro (foto: UlyssePixel /Shutterstock)

O coro da Catedral de Notre-Dame retornará, na véspera do Natal, à igreja danificada para realizar um concerto que será transmitido ao vivo de Paris.

Um ano e meio após um incêndio que queimou a torre e o telhado do templo parisiense, os esforços de reconstrução continuam na catedral gótica de 850 anos.

Quase 200 toneladas de andaimes de metal no telhado da catedral, deformados pelo calor do incêndio, foram removidos com sucesso em 24 de novembro, o que foi considerado um passo crucial para garantir sua restauração segura.

A remoção do andaime derretido do telhado da catedral estava programada para começar em março, porém foi adiada várias vezes devido às medidas de enfrentamento ao coronavírus na França.

Este concerto na véspera de Natal será a primeira vez que o coro retornará à catedral desde o incêndio. Antes de abril de 2019, o coro realizava cerca de 60 concertos por ano.

Recomeço

Vinte cantores, dois solistas e um organista se apresentarão em uma Catedral de Notre-Dame vazia em 24 de dezembro.

Como o grande órgão de 8 mil tubos da catedral está sendo restaurado, um pequeno órgão será levado à Notre-Dame para o concerto natalino. Trata-se apenas do terceiro evento a acontecer no local desde abril de 2019.

Em junho daquele ano, o Arcebispo de Paris, Dom Michel Aupetit, celebrou a missa dentro da catedral com a presença de cerca de 30 pessoas, todas elas com capacete.

Na Sexta-feira Santa deste ano, o Arcebispo exibiu a relíquia da coroa de espinhos de Cristo para veneração, em uma transmissão ao vivo durante o confinamento em virtude da pandemia de COVID-19.

A Arquidiocese de Paris criou uma equipe multidisciplinar, liderada por Padre Gilles Drouin, para supervisionar a restauração da catedral, de forma a levar os futuros visitantes a uma compreensão mais profunda do significado que ela possui.

“O projeto que estamos construindo para Notre-Dame deve continuar esta história e tornar inteligível para nosso século a fé que levou à construção desta obra-prima”, disse Aupetit.

“Aberta a todos, de acordo com o entendimento correto da palavra católico, a catedral foi, e continuará sendo, constante em sua razão de ser por oito séculos: a celebração do mistério cristão”, concluiu o Prelado.

Fonte: CNA – Catholic News Agency

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter