Governo dos países baixos pede desculpas por 250 anos de escravidão

Governo dos países baixos pede desculpas por 250 anos de escravidão, Jornal O São Paulo
Foto: AFP – KENZO TRIBOUILLARD

“Hoje peço desculpas, em nome do governo neerlandês, pelas ações do Estado no passado”, declarou o primeiro-ministro dos Países Baixos, Mark Rutte, durante um discurso muito aguardado sobre o envolvimento de seu país em 250 anos de escravidão em suas ex-colônias.

“Peço desculpas postumamente a todos os escravos do mundo que sofreram com este ato. A suas filhas e filhos e a toda a sua descendência”, acrescentou.

Rutte repetiu o pedido de desculpas em inglês, papiamento e sranan tongo, idiomas falados nas ilhas do Caribe e no Suriname. “O Estado dos Países Baixos é responsável pelo grande sofrimento infligido aos escravos e a seus descendentes”, disse Rutte, em audiência no Arquivo Nacional, localizado em Haia.

“Nós, vivendo aqui e agora, só podemos reconhecer e condenar a escravidão nos termos mais claros como um crime contra a humanidade”, completou.

O pedido de desculpas ocorre quase 150 anos após o fim da escravidão nas colônias do país europeu, que incluíam o Suriname e ilhas como Curaçao e Aruba, no Caribe, e a Indonésia.

Fonte: RFI Brasil

Leia mais
Economia da América Latina e Caribe deve desacelerar em 2023 e crescer 1,3%

Deixe um comentário