Igreja se solidariza com familiares e vítimas de ataque à escola infantil em Santa Catarina

Notícia em atualização

Jovem de 18 anos invadiu uma creche na cidade de Saudades e matou três crianças e dois funcionários com golpes de facão

A Diocese de Chapecó (SC) manifestou pesar e solidariedade aos familiares das vítimas do ataque ocorrido em uma escola de educação infantil no município de Saudades, no Oeste catarinense, causando a morte de três crianças e duas funcionárias, na manhã da terça-feira, 4.

Por meio de uma publicação nas redes sociais, a Diocese, que possui a Paróquia Sagrada Família na cidade, solidarizou-se com as famílias do município de Saudades, especialmente as famílias vitimadas. “Todas as nossas orações e que Deus conforte o coração de cada um”, diz o comunicado.

De acordo com a Polícia Militar, um jovem de 18 anos, cuja identidade ainda não foi confirmada, invadiu a escola munido de um facão e começou a atacar crianças e funcionários. Após cometer os crimes, o rapaz tentou suicídio e foi levado a um hospital da cidade de Pinhalzinho, onde se encontra em estado grave.

Uma das funcionárias mortas é a professora Keli Adriane Aniecevski, de 30 anos, que dava aulas na unidade havia cerca de 10 anos. Até o momento, não há mais informações sobre as outras vítimas.

Ainda não se sabe o motivo do crime. As primeiras informações dão conta de que o rapaz não tem nenhum vínculo com a creche, onde estudam crianças de 6 meses a 2 anos.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter