Jovens latino-americanos recebem bênção de envio para ida ao evento Economia de Francisco

Jovens latino-americanos recebem bênção de envio para ida ao evento Economia de Francisco, Jornal O São Paulo
Reprodução

A Rede Latino-americana da Economia de Francisco promoveu no sábado, 10, uma cerimônia litúrgica on-line, presidida por Dom Jorge Lozano, Secretário Geral do Conselho Episcopal Latino-americano e caribenho (Celam), durante a qual foram abençoados os jovens do continente que se preparam para participar do Encontro Mundial sobre a Economia de Francisco, que acontecerá entre os dias 22 e 24 deste mês, em Assis, na Itália. 

Ao todo, serão 236 jovens latino-americanos e caribenhos no evento em Assis. A atividade estava prevista para acontecer inicialmente em 2020, mas foi adiada devido à pandemia de COVID-19. Mais de mil jovens de diferentes partes do planeta são aguardados para a atividade. 

Dom Jorge destacou que este caminho tem sido percorrido por jovens de diversas profissões e vocações, que “sentem este chamado a buscar a unidade, movidos por seus corações e sonhos”. 

“O sonho é o de buscar um mundo melhor e para isso, com dizia Jesus a Nicodemos, é preciso atrever-se a nascer de novo e nascer do Espírito Santo, é preciso deixar o apego consumista que atropela a dignidade humana e que abusa do planeta”. 

O Bispo também fez votos para que “o Deus da vida, que nos acompanha a cada momento da história, vos encoraje, ilumine e possa arder em seus corações nessas buscam que nos mobilizam e que tanto necessitamos”. 

A EXPECTATIVA DE UM BRASILEIRO

O brasileiro Alan Faria Andrade, da equipe de coordenação da Rede, explicou ao Site do Celam que “em 2020, jovens, economistas, empresários, acadêmicos e agentes de mudança de diferentes partes do mundo, responderam ao apelo do Papa Francisco para repensar a Economia e ‘reconstruir a casa em ruínas’ do planeta, à imagem de São Francisco de Assis”.

Deste modo, “surgiu a Economia de Francisco, com um olhar centrado na pessoa, em que ninguém fica de fora e se cuida da Casa Comum”.

“O que inicialmente foi contemplado como um evento em Assis, na Itália, no mês de março de 2020, acabou sendo fruto da pandemia do COVID-19, um movimento mundial a partir do qual foram desenvolvidas iniciativas em torno de doze ‘Temas de Aldeias’ com diferentes projetos”, destacou.

Alan indicou que a Rede Econômica Latino-Americana Francisco conta com mais de 80 membros de várias nacionalidades do continente, com idade média de 32 anos, onde “95% são crentes e o restante está interessado em apoiar a rede para seus objetivos”.

“O trabalho foi realizado durante sete meses onde a Rede foi lançada” e “tem se sustentado e está crescendo, conseguindo realizar reuniões bimestrais, desenvolvendo treinamentos internos, reorganizando o trabalho em “Oito Comissões” que compõem nosso estrutura e coordenação de uma equipe de Servos Guardiões”

Fonte: CELAM

Deixe um comentário