Marx: o Papa me comoveu, aceito sua decisão

O cardeal arcebispo de Munique e Freising responde “em obediência” ao convite com o qual o Papa na quinta-feira, 10, rejeitou sua renúncia, exortando-o a continuar em seu encargo: agora, diz o purpurado, é hora de mudar

Vatican Media

“Em espírito de obediência, aceito sua decisão.” A frase se destaca entre as linhas que selam uma estreita troca de cartas, uma conversa à distância que suscita surpresa e emoção no cardeal Marx. À sua carta de 21 de maio, com o pedido de renúncia de seu encargo de pastor de Munique e Freising, Francisco respondeu na quinta-feira, 10, convidando-o a permanecer e, igualmente rápido, o cardeal manifestou seu assentimento ao desejo do Papa.

“Eu não contava – escreve o cardeal Marx no texto publicado no site da arquidiocese – com uma reação tão rápida, nem esperava a decisão de que eu deveria continuar no meu serviço.” E acrescenta que ficou impressionado “pelo tom fraterno” das palavras do Papa, pela percepção de ter sido compreendido nas razões do pedido de renúncia – um pedido que teve como pano de fundo o drama que a Igreja alemã está vivenciando em termos de abusos.

Reiterando sua aceitação da decisão do Papa, o arcebispo alemão refere-se ao que foi dito pelo Santo Padre e ressalta a necessidade de “buscar novos caminhos a seguir, também em consideração de uma história de múltiplos fracassos, para anunciar e dar testemunho do Evangelho”.

Para o cardeal Marx, abre-se agora um tempo de reflexão sobre como “contribuir ainda mais para a renovação da Igreja”, partindo das indicações “importantes” que Francisco oferece em sua carta. No entanto, permanece “válido – reitera o cardeal – o que sublinhei em minha declaração, isto é, que eu mesmo devo assumir a responsabilidade pessoal e também “institucional”, em particular “em relação às vítimas”. A decisão do Papa, reconhece o cardeal Marx, “representa para mim um grande desafio” e, portanto, conclui, voltar “’simplesmente’ à agenda do ‘dia anterior’ não pode ser o caminho, nem para mim nem para a arquidiocese”.

(Com informações de Vatican News)

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter