Milhares de peregrinos de toda a África celebram o Dia dos Mártires de Uganda

“Não estamos sozinhos. O Senhor está conosco. Esteve com os mártires apoiando-os durante sua tribulação”, disse Dom Robert Kisaija Muhiirwa, Bispo de Fort Portal, durante a missa pelos mártires de Uganda, celebrada na sexta-feira, 3, no Santuário de Namugongo.

Milhares de peregrinos de toda a África celebram o Dia dos Mártires de Uganda
Divulgação

O Bispo também se referiu aos desafios e tribulações que os ugandeses enfrentam no cotidiano, particularmente diante do aumento de suas necessidades básicas. Ele exortou os fiéis que aumentem a sua fé, recordando-lhes que “nossa vida aqui na terra é efêmera, é passageira. Precisamos aprofundar nosso amor e fé no Senhor para que possamos superar os desafios com sua ajuda”.

A partir do exemplo dos mártires ugandeses, o Bispo animou os católicos a serem fiéis ao que ensina o Evangelho e a repudiar toda a forma de feitiçaria: “Não devemos ter uma dupla mentalidade em nossa fé. Aprendamos dos mártires. Livremo-nos de toda forma de bruxaria”.

As celebrações deste ano estão sendo especialmente vividas após não ter sido realizadas em 2020 e 2021 por causa da pandemia. Entre os milhares de peregrinos está uma pessoa de 100 anos de idade, Bernaldo Tibyangye, da aldeia de Kigoma, que foi ao Santuário de Namugongo com um grupo de 18 peregrinos, tendo caminhado por 350km.

Apenas da Diocese de Dom Robert Kisaija Muhiirwa são mais de 2 mil peregrinos nesta celebração pelos mártires de Uganda. Há também peregrinos do Sudão, República do Congo e Tanzânia.

Fonte: Agência Fides

Deixe um comentário