Na Alemanha, refugiados ucranianos são acolhidos em mosteiro Redentorista

Desde março, alguns refugiados ucranianos que fugiram da guerra que tem abalado seu país e suas vidas estão vivendo no mosteiro redentorista em Bonn, na Alemanha.

Na Alemanha, refugiados ucranianos são acolhidos em mosteiro Redentorista, Jornal O São Paulo
Fachada do Mosteiro em Bonn

De acordo com a Agência Fides, o mosteiro tinha de fato se oferecido para hospedar os refugiados indicados pelas autoridades. Foram acolhidas sobretudo mães com seus filhos, mas também duas religiosas ucranianas do Santíssimo Redentor, irmã Maria e irmã Sofia. Ambas apoiam os ucranianos na região entre Colônia e Bonn, ajudam nas traduções e oferecem palestras de apoio espiritual.

Dezesseis crianças ucranianas em idade escolar frequentam o Collegium Josephinum, a escola redentorista em Bonn, onde são bem recebidas pela comunidade escolar.

O grupo juvenil "KSJ Klemens Hofbauer Gruppe" de Bonn organizou várias atividades para as crianças ucranianas, tais como uma tarde de jogos e uma excursão a Phantasialand, um dos parques de diversões mais famosos da Europa.

Padre Ludger Wolfert, redentorista, reitor do Mosteiro de Bonn, afirma: "É uma experiência única e nova viver em nossa casa com pessoas que tiveram um destino difícil. Elas estão infinitamente gratas, e até agora também satisfeitas, com as oportunidades que podemos oferecer-lhes".

"Isto também enriquece nossa vida na casa, pois nos reunimos várias vezes durante o dia. Algumas dificuldades linguísticas podem ser superadas com os aplicativos de idiomas disponíveis nos telefones celulares", acrescenta o religioso.

Fonte: Vatican News

Deixe um comentário