No Paquistão, Camilianos ajudam mais de 10 mil pessoas afetadas por inundações

Diante do sofrimento e da miséria causados pelas inundações e as fortes chuvas que devastaram parte do Paquistão, no continente asiático em agosto, a Família Camiliana Laica (FCL) e os camilianos no país tem tomado medidas para auxiliar os que mais sofrem com esta crise humanitária.

No Paquistão, Camilianos ajudam mais de 10 mil pessoas afetadas por inundações, Jornal O São Paulo
Foto: Camillians-in-Pakistan/Arquivo

De acordo com o Padre Mustaq Anjum, missionário camiliano na cidade de Islamabad, na Diocese de Hyderabad e Faisalabad, muitas pessoas vivem marginalizadas e precisam de apoio.

O Sacerdote, um dos colaboradores do programa emergencial iniciado pelo grupo de trabalho do Serviço Internacional do Discatério Camiliano (Cadis), explicou que essa ajuda pretende chegar a cerca de 10 mil pessoas nas Paróquias de São Francisco, São João Paulo II e nas Irmãs da Família Camiliana.

“O objetivo da intervenção é salvar vidas e aliviar o sofrimento da população afetada, proporcionando-lhe, durante um mês, alimentos, roupas, brinquedos para as crianças, medicamentos e, se for preciso, dar refugio e tratamento médico às pessoas”, disse à Agência Fides o Padre camiliano.

A LCF, estabelecida no Paquistão sem fins lucrativos, promove junto com os missionários camilianos, iniciativas sociais e caritativas em favor do pobres e dos enfermos, seguindo os ideais do fundador, São Camilo de Lellis.

A presença camiliana no Paquistão começou em 2001, quando o Padre Rino Metrino, camiliano da Tailândia, a convite do Padre Amato Aldino, missionário no Paquistão durante 60 anos e morte em decorrência da COVID-19 em 2021, foi supervisionar a construção do Hospital Cristão do Santo Rosário.

A partir de então, formou-se o Grupo de Trabalho Camilo, renomeado de Cadis, que tem levado adiante projetos de vivência, assistência a agricultores, missões médicas, formação técnica para agentes da Cáritas do Paquistão etc. O fruto dessa presença camiliana foi a criação, em 24 de fevereiro de 2011, da FCL Paquistão, um grupo de leigos dispostos a semear o carisma camiliano mais profundamente.

Desde então, a FCL tem atendido ativamente aos pobres e enfermos, mediante visitas médicas, hospitais de campanha gratuitos, nos quais oferece exames e medicamentos. Também presta especial atenção espiritual aos enfermos e pobres.

Fonte: Agência Fides

Deixe um comentário