No Paraguai, missionários dominicanos semeiam esperança por meio de projeto musical

Cerca de 50 jovens já participam da iniciativa

Paraguai Arquivo Pessoal

Em Bañado de Tacumbú, bairro pobre da periferia de Assunção, capital do Paraguai, a esperança de um futuro melhor passa pela música. A população deste bairro é maioritariamente jovem, com baixo nível de escolaridade. As casas são construídas com materiais muito precários e as condições de saneamento são ruins.

Não bastasse toda essa situação social, Bañado de Tacumbú está localizado às margens do rio Paraguai e devido à falta de infraestrutura, sofreu fortes enchentes que causam dificuldades e desconforto ao cotidiano da população.

Em 2012, o missionário dominicano Padre Germán Pravia deu vida a uma escola de música em colaboração com o Centro de Ajuda Mútua para Todos (CAMSAT). No início, eram 11 alunos, dois violões para todos e algumas madeiras montadas se necessário para poderem ensaiar em suas próprias casas.

Conforme informado à Agência Fides, com o tempo esta experiência foi crescendo e se estendendo a muitos outros jovens, a tal ponto que se formou uma verdadeira “Orquestra Juvenil Bañado de Tacumbú” para meninos e meninas com o apoio dos “Misioneros Dominicos-Selvas Amazônicas”, uma organização sem fins lucrativos dos Dominicanos da Província Espanhola.

Nascido em 1966 por intuição do Padre Fray Francisco Arias González, para promover concretamente a obra evangelizadora, social e humana dos Missionários da ex-Província da Espanha no Vicariato Regional de Santa Rosa no Peru, este organismo posteriormente se diversificou e se ampliou.

A Orquestra, que já conta com cerca de 50 jovens, entre os 13 e os 25 anos. É composta por guitarras, violinos, violoncelos, flautas transversais, saxofones, clarinetes, trompas e percussão.

Em 2018, o Padre Francisco De Farago, ex-diretor dos “Misioneros Dominicos-Selvas Amazônicas”, visitou a orquestra. No ano seguinte, ele mesmo promoveu a “Iniciativa Música pela Dignidade”.

A iniciativa deveria trazer para a Espanha uma representação de 20 músicos da Orquestra Juvenil Bañado de Tacumbú, mas devido à pandemia COVID-19 foi adiada por enquanto.

A esperança é que o sonho do Padre Francisco De Farago, concebido para estes jovens, que na orquestra encontram uma oportunidade de crescimento pessoal e redenção social e a possibilidade, graças à música, de imaginar um futuro diferente e possível, se torne realidade em breve.

Fonte: Agência Fides

Deixe um comentário