Padres são detidos por ataque a bispo nomeado para diocese no Sudão do Sul

Na noite de 25 de abril, desconhecidos balearam o Padre Christian, Bispo eleito da Diocese de Rumbek

Padre Christian Carlassare

Doze pessoas, entre elas três clérigos católicos, foram presas como suspeitas do ataque ao Bispo eleito da Diocese de Rumbek, no Sudão do Sul, o Padre Christian Carlassare.

Na noite de 25 de abril, desconhecidos balearam o Padre Christian, que estava em seu quarto no prédio onde moram os sacerdotes da Catedral da Sagrada Família.

Padre Christian, um missionário comboniano de 43 anos, foi ferido nas pernas e levado a um centro de saúde em Rumbek para atendimento imediato. Em seguida, foi transferido para Nairóbi, capital do Quênia, para tratamento especializado.

Fontes locais disseram que três membros do clero da Diocese de Rumbek estão entre os presos na investigação do ataque ao Padre Christian. Uma das fontes afirmou que os seguranças encarregados da investigação do caso estão analisando um celular encontrado na cena do crime.

“Quando os dois homens atiraram no Bispo eleito, um deles deixou cair o celular. É esse telefone que a segurança usou para localizar os suspeitos”, disse a fonte.

Os 12 suspeitos presos, entre eles “importantes leigos da diocese”, foram detidos por sua ligação com a “prova física do telefone celular encontrado no local onde o Bispo eleito foi baleado”, acrescentou.

GOVERNO QUER RESPOSTAS

As prisões dos suspeitos obedecem à ordem do presidente do Sudão do Sul, Salva Kiir, que pediu uma “investigação rápida do atentado que leve à captura dos criminosos que cometeram este delito”

Em sua declaração de 16 de abril, o presidente afirmou que a notícia do ataque ao Padre Christian o deixou consternado e destacou que este “ato de violência” é inaceitável.

“Se aqueles que cometeram este ato vergonhoso o fizeram para intimidar a Igreja, eles estão lamentavelmente enganados”, disse o presidente. O Padre Christian “foi eleito para liderar, as autoridades do Lake State o apoiarão e não permitirão que a ação de uns poucos criminosos condicione os projetos da autoridade eclesiástica”, acrescentou.

“Oro para que Deus fortaleça a fé do Padre Christian no serviço ao nosso povo e que ele possa retornar ao seu rebanho com uma determinação renovada de servir os fiéis da Diocese. Desejo-lhe uma recuperação rápida”, concluiu. (JFF)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter