Presidente do Celam explica motivações da assembleia latino-americana e caribenha

Programado para acontecer na última semana de novembro, evento reúne lideranças eclesiais dos países da região para debater decisões tomadas na Conferência de Aparecida, em 2007, que ainda não foram implementadas

Presidente do Celam explica motivações da assembleia latino-americana e caribenha
Fonte: Celam

Em recente entrevista, o Presidente do Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam), Dom Héctor Miguel Cabrejos Vidarte, Arcebispo de Trujillo, no Peru, falou a respeito da Assembleia Eclesial da América Latina e do Caribe, que conta com a participação de toda a Igreja presente nesta porção do continente americano. Os principais destaques podem ser conferidos a seguir.

Por que se realiza esta Assembleia Eclesial da América Latina e do Caribe?

Dom Héctor Miguel Cabrejos Vidarte  – Esta Assembleia tem sua origem em um desejo que todos os bispos da América Latina e do Caribe manifestaram, pedindo que se fizesse a 6ª Assembleia Geral do Episcopado Latino-Americano e do Caribe. Dialogando com os bispos, arcebispos, cardeais e até mesmo o Santo Padre, decidiu-se que ainda havia muitos desafios [da Conferência] de Aparecida que não haviam sido alcançados. Nesse sentido, nasceu essa ideia, que cresceu, se alimentou e se fundamentou para que fosse feita, então, esta Assembleia como tal: memória e desafios de Aparecida em nível latino-americano e caribenho.

Por que esta Assembleia se realiza no México?

O tema de Aparecida foi tratado justamente no Brasil, na Arquidiocese de Aparecida, no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida. Ao término daquele encontro, Nossa Senhora de Guadalupe foi declarada padroeira da América Latina e do Caribe. Então, para promover uma Assembleia depois de mais ou menos 14 anos, o ideal é que fosse feita em outro santuário mariano. Assim, nada melhor que fazê-la no Santuário da Santíssima Virgem de Guadalupe, no México. Há dois elementos fundamentais: o desejo de celebrar, em nível latino-americano e caribenho, uma Assembleia grande como esta, com os desafios ainda pendentes de Aparecida, e com o amparo de Nossa Senhora de Guadalupe.

Fonte: Celam

CLIQUE E SAIBA MAIS DETALHES SOBRE A ASSEMBLEIA ECLESIAL

ASSISTA À ÍNTEGRA DA ENTREVISTA

CLIQUE E SAIBA MAIS DETALHES SOBRE A ASSEMBLEIA ECLESIAL

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Assine nossa Newsletter