Santo Irineu é Doutor da Igreja

A decisão consta do decreto do Papa Francisco assinado na sexta-feira, 21 de janeiro. O apóstolo dos povos celtas e germânicos e defensor da Doutrina recebe o título de “Doctor unitatis”. Em seu nome e em sua vida está impresso o anseio de paz e diálogo.

Santo Irineu é Doutor da Igreja, Jornal O São Paulo
Reprodução da Internet

“Que a doutrina de tão grande Mestre possa encorajar cada vez mais o caminho de todos os discípulos do Senhor rumo à plena comunhão”. Estes são os votos com os quais o Papa assina o Decreto com a data de 21 de janeiro, que declara Santo Irineu de Lyon Doutor da Igreja, com o título de Doctor unitatis.

Ponte espiritual e inspiradora da paz

Nas motivações que antecedem o anúncio, Francisco destaca dois aspectos da vida e da obra do Santo que, “vindo do Oriente”, “exerceu seu ministério episcopal no Ocidente”:

Ele era uma ponte espiritual e teológica entre os cristãos orientais e ocidentais. Seu nome, Irineu, exprime aquela paz que vem do Senhor e que reconcilia, reintegrando na unidade.

Recordamos que na quinta-feira, 20, foi dado o último passo para este pleno reconhecimento do bispo de Lyon do século II, com a acolhida pelo Papa do parecer positivo da Congregação para as Causas dos Santos.

Francisco também já havia falado sobre isso em 7 de outubro do ano passado, no encontro com o Grupo Misto de Trabalho ortodoxo-católico Santo Irineu, oportunidade em que sublinhou, como fez também neste 21 de janeiro, o papel de “grande ponte espiritual e teológica entre cristãos orientais e ocidentais” e a missão de paz já impressa na raiz grega do seu nome – Ειρηναίος (Eirenaios) que significa “pacificador”.

A paz do Senhor, disse o Papa naquela ocasião, “não é uma paz ‘negociável’, fruto de acordos para proteger interesses, mas uma paz que reconcilia, que reintegra na unidade. Esta é a paz de Jesus”.

Fonte: Vatican News

Deixe um comentário