Tem início a semana da unidade cristã nas Filipinas

Grupos ecumênicos se unem para combater a pandemia, desastres e males sociais que assolam a nação

Tem início a semana da unidade cristã nas Filipinas
Bandeira da Filipinas (Reprodução de Internet)

Católicos e protestantes realizaram um culto ecumênico de oração em Manila, capital das Filipinas, para marcar o inicio da 22ª Semana de Oração pela Unidade dos Cristão, de16 a 22 de janeiro.

Estiveram presentes o Arcebispo de Manila, Cardeal José Advincula, e membros do Conselho Nacional de Igrejas nas Filipinas (NCCP), na Catedral de Manila na quarta-feira,19.

O NCCP é uma irmandade ecumênica de denominações católicas não romanas nas Filipinas que trabalham pela unidade na fé e na ordem.

Também trabalha com a Conferência Episcopal Católica das Filipinas (CBCP) para responder a questões sociais, particularmente de justiça e paz e pela promoção da dignidade humana e dos direitos humanos.

O CBCP e o NCCP descreveram a vida nas Filipinas atualmente como muito difícil.

“A luz de Cristo guia nossa jornada. São dias de luta, dificuldades e desespero. Com o tufão Rai e a ômicron sobrecarregando as capacidades das comunidades e famílias locais, os cristãos devem se unir em solidariedade aos mais vulneráveis ​​entre nós”, disse um comunicado conjunto lido por Dom Reuel Norman O. Marigza, integrante daNCCP, e por Dom Angelito R. Lampon, membro do CBCP.

Eles rotularam a guerra às drogas do presidente Rodrigo Duterte como uma das mazelas sociais que atormentavam os pobres.

“Como nação, também somos desafiados a nos levantar contra os assassinatos generalizados e exigir com responsabilidade”, disse o comunicado.

A própria dignidade da vida foi violada, pois muitos foram mortos extrajudicialmente, acrescentaram.

Os bispos também criticaram a proliferação de notícias falsas espalhadas por contas falsas de mídia social financiadas por políticos ricos e poderosos: “As falsidades e o mal propagados por meio de uma governança forte não apenas limitaram o espaço democrático, mas também levaram à corrupção, escândalos e deficiências graves nos serviços sociais, de saúde, educação e outros serviços governamentais”.

“Tais realidades devem fortalecer nossa determinação e unir nossa preocupação comum pelo povo desta terra… Estamos em uma jornada para um caminho melhor. A melhor maneira é mudar completamente nossos velhos hábitos e maus hábitos.”

As denominações cristãs também disseram que as eleições foram uma oportunidade para abordar os males sociais da sociedade filipina.

“Com eleições a apenas alguns meses, todos devemos ter coragem para trabalhar juntos, honrando a vida e a criação de Deus”, adicionaram.

Fonte: UCA News

Deixe um comentário