Vida consagrada: ‘Um dom de Deus Pai à sua Igreja, por meio do Espírito’

Vida consagrada: ‘Um dom de Deus Pai à sua Igreja, por meio do Espírito’
Fotos: : Luciney Martins /O SÃO PAULO

Em diferentes partes do mundo, mais de 50 mil homens e 630 mil mulheres, conforme dados do Anuário Estatístico da Igreja 2019, dedicam suas vidas total- mente a Deus e à missão evangelizadora da Igreja.

Eles são os religiosos consagrados, irmãos e irmãs que a partir da profissão dos votos ou conselhos evangélicos de pobreza, castidade e obediência expressam sua total disponibilidade para viver a graça recebida no Batismo com maior radicalidade, seja nas congregações de vida contemplativa (com intensa vivência de oração, penitência e trabalho em comunidade), seja nas ordens missionárias (com varia- dos serviços à evangelização), seja nas congregações de vida ativa (que mantêm iniciativas de assistência aos mais pobres e de valorização da dignidade humana).

Desde 1997, em 2 de fevereiro, na Festa da Apresentação do Senhor no Templo, também se celebra o Dia Mundial da Vida Consagrada, que “pretende ajudar a Igreja inteira a valorizar sempre mais o testemunho das pessoas que escolheram seguir a Cristo mais de perto, mediante a prática dos conselhos evangélicos e, ao mesmo tempo, quer ser para as pessoas consagra- das uma ocasião propícia para renovar os propósitos e reavivar os sentimentos, que devem inspirar a sua doação ao Senhor”, escreveu São João Paulo II, na mensagem para o 1º Dia Mundial da Vida Consagrada. Na mesma mensagem, o Pontífice afirma que a data se destina a louvar e agradecer a Deus pelo “grande dom da vida consagrada”, “promover o conhecimento e a estima pela vida consagrada, por parte de todo o povo de Deus” e convidar as pessoas consagradas a celebrar “em conjunto e solenemente as maravilhas que o Senhor realizou nelas, para descobrir, com um olhar de fé mais lúcido, os raios da divina beleza difundidos pelo Espírito no seu gênero de vida, e tomar consciência mais viva da sua insubstituível missão na Igreja e no mundo”.

UM GRANDE BEM À IGREJA E À SOCIEDADE

Vida consagrada: ‘Um dom de Deus Pai à sua Igreja, por meio do Espírito’
Luciney Martins /O SÃO PAULO

Após a realização do Sínodo dos Bispos sobre a vida consagrada, em outubro de 1994, São João Paulo II publicou, em março de 1996, a exortação apostólica Vita consecrata (VC), na qual ressalta que “a vida consagrada, profundamente enraizada nos exemplos e ensinamentos de Cristo Senhor, é um dom de Deus Pai à sua Igreja, por meio do Espírito. Por meio da profissão dos conselhos evangélicos, os traços característicos de Jesus — virgem, pobre e obediente — adquirem uma típica e permanente ‘visibilidade’ no meio do mundo, e o olhar dos fiéis é atraído para aquele mistério do Reino de Deus que já atua na história, mas aguarda a sua plena realização nos céus” (VC,1).

Na missa com os consagrados em 2 de fevereiro de 2006, Bento XVI destacou que a dedicação dos religiosos consagrados a Deus e aos irmãos “se torna sinal eloquente da presença do Reino de Deus no mundo de hoje. O vosso modo de viver e de trabalhar é capaz de manifestar sem atenuações a plena pertença ao único Senhor; a vossa entrega total nas mãos de Cristo e da Igreja é um anúncio forte e claro da presença de Deus numa linguagem compreensível para os nossos contemporâneos. É este o primeiro serviço que a vida consagrada presta à Igreja e ao mundo. No meio do povo de Deus, eles são como sentinelas que distinguem e anunciam a vida nova já presente na nossa história”.

ESPERANÇA, ALEGRIA E PACIÊNCIA

Vida consagrada: ‘Um dom de Deus Pai à sua Igreja, por meio do Espírito’
Luciney Martins /O SÃO PAULO

Na quarta-feira, 2, o Papa Francisco presidirá missa na Basílica de São Pedro por ocasião do 26º Dia Mundial da Vida Consagrada. Nas homilias dessa celebração nos dois últimos anos, o Pontífice recordou que os consagrados devem estar unidos a Deus, com esperança, alegria e paciência. Na missa de 2020, Francisco recordou-lhes de que é preciso sempre manter a esperança, mesmo diante de circunstâncias ruins, como a atual diminuição da quantidade de religiosos consagrados: “Olhemos o Evangelho e vejamos Simeão e Ana: eram idosos, viviam sozinhos e, contudo, não tinham perdido a esperança, porque estavam em contato com o Senhor. Ana ‘não se afastava do templo, participando no culto noite e dia, com jejuns e orações’ (Lc 2,37). Aqui está o segredo: não se afastar do Senhor, fonte da esperança. Tornamo-nos cegos, se não fixarmos o olhar no Senhor todos os dias, se não O adorarmos. Adorar o Senhor!”.

Na missa de 2021, o Papa voltou a alertar para os riscos de que a esperança dos consagrados esmoreça por causa de expectativas frustradas. “Devemos ter paciência conosco e esperar, confiantes, os tempos e as modalidades de Deus: Ele é fiel às suas promessas. Esta é a pedra basilar: Ele é fiel às suas promessas. Lembrar-nos disto permite repensar os percursos, revigorar os nossos sonhos, sem ceder à tristeza interior e ao desânimo!”.

Na ocasião, o Papa exortou que os consagrados olhem com misericórdia para si, suas comunidades e o mundo e façam alguns questionamentos para a continuidade de sua missão: “Acolhemos nós a paciência do Espírito na nossa vida? Nas nossas comunidades, carregamo-nos mutuamente aos ombros e mostramos a alegria da vida fraterna? E, com o mundo, realizamos o nosso serviço com paciência ou julgamos com severidade? São desafios para a nossa vida consagrada: nós não podemos ficar parados na nostalgia do passado nem nos limitar a repetir sempre as mesmas coisas, nem nos perdermos em lamentações diárias. Precisamos da paciência corajosa de caminhar, explorar no- vos caminhos, procurar aquilo que o Espírito Santo nos sugere”.

Vida consagrada: ‘Um dom de Deus Pai à sua Igreja, por meio do Espírito’
Luciney Martins /O SÃO PAULO
OS NÚMEROS DA VIDA RELIGIOSA CONSAGRADA

50.295 religiosos professos não sacerdotes

Vida consagrada: ‘Um dom de Deus Pai à sua Igreja, por meio do Espírito’A maioria deles está na Eu- ropa (14.038) e na América (13.735)

Vida consagrada: ‘Um dom de Deus Pai à sua Igreja, por meio do Espírito’630.099 religiosas professas Europa (216.846)

Vida consagrada: ‘Um dom de Deus Pai à sua Igreja, por meio do Espírito’Ásia (170.754)

Vida consagrada: ‘Um dom de Deus Pai à sua Igreja, por meio do Espírito’América (154.717)

Vida consagrada: ‘Um dom de Deus Pai à sua Igreja, por meio do Espírito’África (77.054)

Vida consagrada: ‘Um dom de Deus Pai à sua Igreja, por meio do Espírito’Oceania (6.718)

Fonte: Anuário Estatístico da Igreja 2019

NO BRASIL

Os dados mais atualizados apontam que há:

11.816 religiosos consagrados

27.182 irmãs ou religiosas de vida consagrada

391 institutos religiosos e so- ciedades de vida apostólica

Fonte: Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB)

Deixe um comentário