Confira nossa versão impressa

Atividades são preparadas para celebrar Tempo da Criação e Dia da Amazônia

Atividades são preparadas para celebrar Tempo da Criação e Dia da Amazônia

Entre os dias 1º e 4 de setembro é celebrado pelos cristãos de todo o mundo o Tempo da Criação. Momento em que se reflete sobre às raízes da fé, no que diz respeito ao cuidado para com a humanidade e tudo o que foi criado por Deus, como num gesto de reconhecimento desse dom.  Em 2015, o papa Francisco instituiu o dia 1º de setembro como Dia Mundial de Oração pelo cuidado da Criação.

Dom Vicente Ferreira, bispo auxiliar de Belo Horizonte e membro da Comissão para a Ecologia Integral e Mineração da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), afirma que a data é propícia para a renovação de nossa relação com o Criador e com toda a criação, através de celebrações, da busca de um estilo de vida mais simples e do compromisso coletivo com ações concretas, no cuidado com a Casa Comum.

“Desde 1989, os ortodoxos, para os quais o ano litúrgico inicia-se em 1º de setembro, com a comemoração de como Deus criou o mundo, celebram o Tempo da Criação e, em 2015, o Papa Francisco acolheu também esse compromisso. Cada ano, há um tema escolhido pelo comitê ecumênico. Jubileu pela Terra: Novos Ritmos, Nova Esperança é a temática de 2020″, afirma dom Vicente.

O Tempo da Criação, ao propor um jubileu pela terra, anima a todos a tomar algumas atitudes concretas, segundo dom Vicente. “Reforçar a oração, o louvor a Deus por todas as criaturas (Cfr Dn 3); rever nosso jeito de viver, eliminando acúmulos e desperdícios, participar de redes que buscam caminhos alternativos, valorizando as sabedorias ancestrais, a agroecologia, as culturas indígenas e quilombolas; lutar nos municípios, estados e federação por políticas públicas, exigindo de nossos dirigentes a gestação e cumprimento de leis de proteção ambiental etc”, complementa dom Vicente.

Valendo-se do que esse tempo proporciona de reflexões e atitudes, a campanha Amazoniza-te preparou algumas ações para serem vividas nessa semana. Para o Dia de Oração, um roteiro celebrativo foi organizado para ajudar as comunidades a rezarem, conforme o pedido de Francisco. Textos, orações e músicas fazem parte do material que ajuda a refletir sobre o dia com um convite específico a olhar e rezar pela Amazônia.

Uma live com o diretor do filme Amazônia Sociedade Anônima será realizada no dia 4, sexta-feira. Estevão Ciavatta participará de um bate papo com a doutora Débora Duprat, que foi membro do Ministério Público Federal de 1987 a 2020, e vice-procuradora-geral da República entre 2009 e 2013. O teólogo e diretor do Instituto de Teologia Pastoral e Ensino Superior da Amazônia e assessor da Rede Eclesial Pan-Amazônica (REPAM-Brasil), padre Ricardo Castro, também participa da conversa. O filme será exibido em uma sala virtual, no mesmo dia, a partir das 18h. Os interessados em receber o link para assistir ao filme devem se cadastrar no link.

Dia 5 de setembro é celebrado o dia da Amazônia e o dia internacional da mulher indígena. Juntamente com uma série de organizações, a proposta é de mobilização nas redes sociais para visibilizar a Amazônia, suas causas e as mulheres indígenas de toda a Pan-Amazônia.

LEIA TAMBÉM

O ‘Tempo da Criação’

Amazoniza-te

Atividades são preparadas para celebrar Tempo da Criação e Dia da Amazônia

Lançada em julho deste ano, a campanha Amazoniza-te nasceu do diálogo entre organizações eclesiais e da necessidade de sensibilizar a opinião pública brasileira e internacional sobre o perigo ao qual está sendo exposta a vida na Amazônia, com os territórios e as populações.

A campanha levanta o chamado a “Amazonizar-se”, em um convite de ações que articulem as lideranças dos povos e comunidades tradicionais,a Igreja na Amazônia, os diferentes organismos eclesiais, artistas e formadores de opinião, pesquisadores e cientistas. A convocatória “Amazonizar” propõe a participação ativa de todo o povo em defesa da Amazônia, seu bioma e seus povos ameaçados em seus territórios.

As organizações que articulam a campanha são a Comissão Episcopal para a Amazônia da CNBB, a Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam-Brasil), o Conselho Indigenista Missionário (Cimi), a Comissão Pastoral da Terra (CPT), Mídia Ninja e Movimento Humanos Direitos (MHuD).

Acesse o hotsite da Campanha

ViaCNBB

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Doação de Sangue: um gesto concreto em favor do próximo

Hemocentros de todo país se unem na campanha ‘Somos todos do mesmo sangue’, em vista do Dia Nacional do Doador de Sangue, em 25...

A Igreja terá 128 novos beatos e 6 novos veneráveis Servos de Deus

O Papa autorizou a Congregação das Causas dos Santos a promulgar os decretos de 128 novos beatos e 6 novos veneráveis Servos de Deus...

‘O embrião é uma pessoa humana’, recordam bispos costarriquenhos

No País da América Central, legisladores debatem projeto de lei que busca reconhecer os direitos dos nascituros

No próximo sábado serão criados 13 novos cardeais

Dos 13 novos cardeais, dois não poderão participar das cerimônias por causa da emergência coronavírus: Dom Cornelius Sim, Vigário Apostólico de Brunei e Dom...

Dom Odilo: viver bem cada dia, na esperança de que o Senhor virá

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu a missa desta terça-feira, 24, na capela de sua residência, transmitida pela rádio 9...

Newsletter