Confira nossa versão impressa

Câncer de mama: quando mais cedo a descoberta, maiores as chances de cura

Procura por mamografias diminuiu no primeiro semestre devido a COVID-19. Campanha Outubro Rosa incentiva que mulheres busquem diagnóstico precoce

O “Outubro Rosa” é uma campanha anual realizada mundialmente com a intenção de alertar a sociedade sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. De acordo com o Ministério da Saúde, a pandemia de COVID-19 foi o principal fator para a diminuição no número de procura das mamografias no Sistema Único de Saúde (SUS).

Câncer de mama: quando mais cedo a descoberta, maiores as chances de cura
Câmara dos Deputados

Ainda que as unidades de saúde públicas tenham mantido o atendimento e a oferta de tratamento às pacientes, a procura pelo exame que detecta o câncer de mama caiu entre janeiro e julho deste ano, em comparação com os anos anteriores. Foram realizadas até julho de 2020 1,1 milhão, contra 2,1 milhões no mesmo período de 2018.

SINTOMAS E CUIDADOS

Apesar dos problemas trazidos pela pandemia, o Ministério da Saúde divulgou que em 75,54% dos atendimentos realizados neste ano, o tempo de até 60 dias entre o diagnóstico e o tratamento em todos os estágios do câncer de mama no SUS foi respeitado, conforme preconiza a Lei nº 12.732, de 2012. Em 2019, esse índice ficou em 57,32%.

A recomendação é que mulheres sem sintomas ou sinais de doença com idade entre 50 a 69 anos façam a mamografia a cada dois anos. Ao ser atendida na Unidade Básica de Saúde (UBS), independentemente do motivo da procura, toda mulher nessa faixa etária deve ser abordada para a realização do exame.

Para a médica responsável do Grupo de Oncologia Mamária do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp), o receio de procurar um médico pode levar a um diagnóstico tardio de câncer e diminuir as chances de cura, por isso, é importante não negligenciar os sinais de alerta e buscar um ginecologista ou mastologista. “Um diagnóstico precoce possibilita tratamentos menos invasivos, com maiores chances de sucesso e mais qualidade de vida ao paciente”, afirmou Laura Testa em reportagem do Icesp.

HÁBITOS SAUDÁVEIS E PREVENÇÃO

De acordo com estimativa do Instituto Nacional do Câncer (Inca), órgão vinculado ao Ministério da Saúde, o Brasil terá em 2020 mais de 66,2 mil novos casos de câncer de mama, que podem evoluir de diferentes formas. Por isso, a campanha “Outubro Rosa” alerta que para que as mulheres fiquem atentas ao próprio corpo.

Fatores como obesidade e consumo de álcool podem piorar os resultados e riscos para o câncer de mama. A estimativa é que cerca de 30% dos casos podem ser evitados com a adoção de hábitos simples como praticar atividades físicas, alimentação saudável e controle de peso, evitar bebidas alcoólicas e cigarros, amamentar e evitar hormônios sintéticos.

De acordo com o médico chefe do Serviço de Mastologia do Icesp, José Roberto Filassi, no Brasil, Cerca de 35% das mulheres possuem menos de 50 anos, enquanto 10% têm menos de 40. Com isso, as consultas ginecológicas devem ser realizadas anualmente, desde a adolescência, visando a prevenção e diagnóstico precoce de doenças femininas e mamárias.

“É importante lembrar que a grande maioria das alterações ou nódulos das mamas são benignos e cabe ao mastologista, que é o especialista em doenças da mama, esclarecer o diagnóstico”, completou Filassi. 

AÇÕES DIGITAIS

Em 2020, as ações para chamar a atenção da população sobre a importância da prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama serão digitais. No dia 29, às 12h30, acontecerá a palestra on-line “Entendendo o Câncer – Especial Outubro Rosa”, ministrada pela oncologista e diretora de corpo clínico do Icesp, Maria Del Pilar Estevez Diz. O evento é gratuito, aberto ao público e pode ser acessado pelo link: https://bit.ly/2GjUcAH no dia da conferência.

5 SINAIS DE ALERTA PARA O CANCÊR DE MAMA

Caroço (nódulo) nas mamas, geralmente endurecido, fixo e indolor;

– Pele da mama avermelhada ou parecida com casca de laranja;

– Alterações no bico do peito (mamilo);

– Saída espontânea de líquido de um dos mamilos;

– Surgimento de pequenos nódulos no pescoço ou na região embaixo dos braços (axilas).

(Com informações de Agência Brasil e Icesp)

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Cardeal Scherer envia saudação ao prefeito reeleito de São Paulo

Em mensagem enviada a Bruno Covas, Arcebispo de São Paulo reitera a necessidade de um governo que não se esqueça dos mais pobres e...

Bruno Covas é reeleito prefeito de São Paulo

Ele foi o mais votado em 50 das 58 zonas eleitorais da cidade, tendo mais de 3,1 milhões de votos O candidato do PSDB à...

Padre Vitor Bertoli: uma vida dedicada à caridade e à promoção humana

No cruzamento da Avenida Rebouças com a Rua Henrique Schaumann e a Avenida Brasil, encontra-se a Igreja Senhor Bom Jesus dos Passos, na Praça...

Católicos coreanos abrem jubileu dos 200 anos do nascimento de São Kim Degun

Na manhã deste domingo, 29, o Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu uma missa na matriz da Paróquia Pessoal Coreana São...

Como denunciar as fake news e outras irregularidades nas Eleições 2020?

Em sites específicos e até pelas redes sociais é possível ajudar a combater a desinformação neste dia de eleições Neste dia de eleição, eleitores que...

Newsletter