Confira nossa versão impressa

Eles disseram sim ao projeto de Deus

Santos Luís e Zélia Martin, Maria Goretti e Marta, celebrados em julho, mostram que a santidade pode ser alcançada no dia a dia da vida

Eles disseram sim ao projeto de Deus
Santa Maria Goretti

Viver os ensinamentos de Jesus, mantendo com Ele uma profunda intimidade mediante uma vida de oração, é uma virtude de santidade expressada por diferentes pessoas ao longo da história. O Papa Francisco, durante a Solenidade de Todos os Santos, em 1º de novembro de 2019, reiterou que tais exemplos “não são simplesmente símbolos, seres humanos distantes, inalcançáveis. Pelo contrário, são pessoas que viveram com os pés no chão”.

Durante o mês de julho, a Igreja rememora modelos de santidade que, em diferentes épocas, disseram sim ao projeto de Deus e testemunharam com fervor e fidelidade o seu amor. Conheça três dessas histórias.

SANTA MARIA GORETTI

Nascida em Corinaldo, Itália, em 1890, Maria Goretti era filha de Luigi Goretti e Assunta Carlini. De família pobre, a jovem cuidava dos irmãos mais novos para que seus pais pudessem trabalhar.

Devido às dificuldades financeiras, ela, seus pais e seus irmãos se mudaram para a casa da família Serenelli. Aos 9 anos, Maria perdeu o pai, vítima de malária. Mesmo sendo analfabeta, aos 11 anos conseguiu permissão para receber a primeira Comunhão, devido a sua intensa vida de oração. A adolescente começou a ser assediada por Alessandro Serenelli, então com 20 anos. No dia 5 de julho de 1902, enquanto cuidava de sua irmã, Alessandro a ameaçou de estupro. Ela, então, começou a rezar. Irado, ele a atacou e lhe feriu com mais de dez facadas. Maria foi levada ao hospital com vida, mas morreu no dia seguinte. Antes de morrer, disse que perdoava seu agressor, afirmando que desejava encontrar-se com ele no céu.

Por sua história, Santa Maria Goretti é reconhecida como a Santa da castidade, da juventude, da pobreza, das vítimas de estupro, da pureza de coração e do perdão. Sua canonização ocorreu em 24 de junho de 1950, pelo Papa Pio XII. A celebração foi acompanhada por mais de 500 mil pessoas, dentre elas, sua mãe, seus quatro irmãos e seu agressor, que se arrependeu do crime.

Santa Maria Goretti é representada com lírios nas mãos, como sinal de pureza, e com vestes brancas, para recordar sua virgindade. Sua festa é celebrada em 6 de julho.

LUÍS MARTIN E MARIA ZÉLIA GUÉRIN

Eles disseram sim ao projeto de Deus
SÃO LUÍS MARTIN E SANTA MARIA ZÉLIA GUÉRIN

Luís e Zélia Martin eram os pais de Santa Teresinha do Menino Jesus. O casal uniu-se em Matrimônio em 1858, e teve nove filhos. Quatro faleceram ainda na infância e as cinco meninas, ao chegarem à vida adulta, seguiram a vocação religiosa.

Na juventude, ambos desejaram consagrar suas vidas a Deus. Luís, aos 22 anos, pediu que fosse admitido no mosteiro do Grande São Bernardo, mas foi rejeitado por não saber latim. Já Zélia tentou ingressar na Congregação das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo, mas também não foi aceita.

As cartas deixadas por Santa Zélia revelam o amor pela família e zelo pela vida espiritual do casal. Aos 45 anos, ela foi diagnosticada com um tumor no seio. Morreu em 28 de agosto de 1877.

Após a morte da esposa, Luís mudou-se para Lisieux, onde morava seu cunhado, Isidore, e sua tia, Celina, que passou a ajudá-lo no cuidado das filhas.

Luís sofreu com uma doença que o debilitou mentalmente, sendo preciso permanecer internado no sanatório do Bom Salvador, em Caen. Ele faleceu em 29 de julho de 1894.

O casal foi canonizado em 18 de outubro de 2015, pelo Papa Francisco, no contexto do Sínodo da Família. Foi a primeira vez que esposo e esposa se tornaram santos da Igreja no mesmo dia, sendo a festa litúrgica celebrada em 12 de julho, data do Matrimônio dos dois.

“Os santos esposos Luís Martin e Maria Zélia Guérin viveram o serviço cristão na família, construindo dia após dia um ambiente cheio de fé e amor, e, neste clima, germinaram as vocações das filhas, nomeadamente a de Santa Teresinha do Menino Jesus”, disse o Papa Francisco, na cerimônia de canonização.

SANTA MARTA

Eles disseram sim ao projeto de Deus
Santa Marta

Marta era irmã de Maria e Lázaro, outros dois amigos de Jesus Cristo, e é reconhecida pela Igreja por sua hospitalidade com o próprio Mestre, que em um dos encontros na casa da família lhe disse: “Marta, Marta, tu te inquietas e te preocupas com tantas coisas, quando só uma basta. Tua irmã Maria escolheu a melhor parte, que não lhe será tirada”.

O que para muitos pode parecer uma retaliação, na verdade significa um conselho de Jesus para Marta, a fim de que ela deixasse de se preocupar exageradamente nos cuidados com a casa e com Ele mesmo. Tal acontecimento é rememorado pela Igreja para ensinar sobre a necessidade do equilíbrio entre uma vida ativa e contemplativa.

Não existem muitos escritos sobre a vida desta Santa. Na Bíblia, ela também é citada quando suplica pela vida de Lázaro, a quem Jesus ressuscitou quatro dias após sua morte. A tradição afirma que, durante o período de perseguição aos primeiros cristãos, Marta e seus irmãos se mudaram para a França, onde se dedicaram à evangelização.

A Igreja celebra a memória litúrgica de Santa Marta em 29 de julho, e ela é considerada a Patrona das Cozinheiras.

OUTROS SANTOS CELEBRADOS EM JULHO

Dia 1º Beata Madre Assunta Marchetti.
Dia 3 São Tomé
Dia 9 Madre Paulina do Coração Agonizante de Jesus
Dia 11 São Bento
Dia 14 São Francisco Solano e São Camilo de Lellis
Dia 22 Santa Maria Madalena
Dia 24 São Charbel
Dia 25 São Tiago
Dia 26 São Joaquim e Sant’Ana
Dia 30 São Leopoldo Mandic
Essas e outras histórias dos santos estão disponíveis no portal ARQUISP.

Notícias relacionadas

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe!

Últimas Notícias

Novo cardeal afirma que os escândalos não impedem a reforma do Papa Francisco

Em entrevista a um jornal italiano, Dom Marcello Semeraro ressalta que o processo de reforma da Cúria Romana tem o objetivo ético...

São Paulo prorroga campanha de Multivacinação e Poliomielite até dia 13 de novembro

Com baixa adesão, medida visa a aumentar as coberturas vacinais contra cerca de 20 doenças no território paulista

Esta sexta, 30, é o último dia para realizar matrículas e rematrículas na rede estadual

Processos podem ser realizados de forma online ou presencialmente nas escolas, diretorias de ensino e postos do Poupatempo

Missas em cemitérios no Dia de Finados: confira os locais e horários

Na Comemoração de Todos os Fiéis Defuntos, na segunda-feira, 2, diferentes paróquias da Arquidiocese de São Paulo organizam missas nos cemitérios da...

‘Preparemo-nos, a cada dia, para o encontro definitivo com Cristo’

O Cardeal Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo, presidiu a missa desta sexta-feira, 30.

Newsletter