Hoje a Igreja recorda São Demétrio, mártir

Hoje a Igreja recorda São Demétrio, mártir, Jornal O São Paulo
Reprodução da Internet

São Demétrio viveu na segunda metade do século III na cidade de Salônica, filho de um alto oficial do império. Desde criança foi educado na fé cristã. Ele ocupava um alto posto, por causa do trabalho de seu pai, porém não negava a fé e a professava abertamente. Devido à sua fé, o imperador Maximiano lançou-o em uma prisão.
No tempo em que estava na prisão, Demétrio abençoou Nestor, um soldado que era seu amigo e companheiro. Nestor iria para uma batalha contra Lieu, um gladiador campeão do império. Durante a batalha, Nestor segurou a cruz na mão, enfrentou Lieu, venceu e matou-o.


Quando o imperador soube que Demétrio havia abençoado Nestor, enviou soldados até a prisão, esses o golpearam até a morte. Isso ocorreu no ano 306.


Muitos outros milagres foram atribuídos a São Demétrio mesmo após a sua morte. Passados cerca de cem anos após sua morte, sua tumba foi aberta e seu corpo foi encontrado incorrupto, e os doentes eram curados pelo óleo perfumado que gotejava de seus ossos. No século V, uma gloriosa igreja foi erigida sobre sua tumba.

A Santa Igreja coloca diante dos olhos dos fiéis a sua fé heroica e suas diversas virtudes. A Igreja apresenta-o como um bravo soldado de Cristo e confessor, um realizador de milagres que cura as doenças do corpo e da alma. Por ter abençoado Nestor antes do combate, ele é considerado como o patrono dos soldados.


Com os mártires aprendemos a amar mais a nossa fé, cuidá-la, praticá-la e professá-la com coragem, sem escondê-la, não tendo vergonha, não negando-a e professando-a com palavras e obras.
São Demétrio, rogai por nós!

Fonte: KATRIY, Yulian Yakiv. Conheça o seu rito: o ano litúrgico da Igreja Greco-Católica Ucraniana.
Roma: PP. Basiliani, 1982.

Deixe um comentário