Hoje celebramos Santa Ângela de Mérici

Hoje celebramos Santa Ângela de Mérici
Reprodução de Internet

A fundadora das ursulinas, primeira congregação feminina dedicada à educação, nasceu em 21 de março de 1470 no Desenzano, na Lombardia. Os pais da santa, mais piedosos que ricos, a educaram na fé cristã. Ambos morreram quando Ângela tinha 10 anos, que junto com seus dois irmãos se mudaram para a casa de um tio.

À idade de 25 anos voltou ao seu povoado natal. Ficou muito surpresa com a ignorância das crianças, a quem seus pais não podiam ou não queriam ensinar nem mesmo o catecismo mais elementar. Sentindo-se chamada a resolver este problema, decidiu falar com algumas amigas que de imediato decidiram seguir generosamente à santa. As boas mulheres lideradas por Ângela, começaram a reunir as meninas da cidade e educá-las sistematicamente. Logo, a obra começou a ter seus frutos, e Santa Ângela foi convidada a fundar outra escola em Brescia.

Por volta do ano de 1533, a santa começou a formar várias jovens seletas em uma espécie de noviciado informal. Doze dessas jovens foram viver com ela em uma casa nas proximidades da igreja de Santa Afra. Dois anos depois, 20 jovens se consagraram ao serviço a Deus e a santa as colocou ao serviço de Santa Úrsula, a padroeira das universidades medievais. Por isso, as filhas de Santa Ângela conservaram o nome de ursulinas. Em 25 de novembro de 1535 foi a data da fundação da Ordem das Ursulinas. As ursulinas se reuniam para ensinar e praticar a oração, executavam trabalhos que lhes eram encomendados e procuravam leva uma vida de perfeição na casa paterna.

Entretanto, apesar das mudanças, as ursulinas conservam até o dia de hoje a finalidade para a qual foram criadas: a educação das meninas, principalmente de meninas pobres. Nas primeiras eleições, a santa foi nomeada superiora e exerceu o cargo durante os últimos cinco anos de sua vida. A princípios de janeiro de 1540, caiu doente e morreu em 27 do mesmo mês. Em 1544, uma bula de Paulo III confirmou a Companhia de Santa Úrsula, e a reconheceu como congregação. Foi canonizada em 1807.

Fonte: ACI Digital

Deixe um comentário