Alesp economiza recursos e doa R$ 2 milhões para o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo

A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo doou, nesta terça-feira (28), R$ 2 milhões ao Fundo Social de Solidariedade paulista. O recurso é fruto da economia registrada pelo Parlamento paulista no primeiro quadrimestre deste ano, de janeiro a abril, e será utilizado em ações assistenciais, principalmente no combate à fome de famílias carentes. 

Alesp economiza recursos e doa R$ 2 milhões para o Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo
Felipe Augusto/ALESP

"Graças à colaboração de todos os parlamentares e servidores da Alesp, conseguimos economizar e formalizar a doação de R$ 2 milhões ao Fundo Social de Solidariedade do Estado. Esse recurso vai ajudar as famílias que mais precisam. A população paulista pode continuar contando com a Alesp", disse o presidente da Casa, deputado Carlão Pignatari. 

A primeira-dama do Estado e chefe do Fundo Social de Solidariedade, Luciana Garcia, agradeceu ao Parlamento paulista pela iniciativa. "Essa doação é muito importante, muito bem-vinda, principalmente neste momento de insegurança alimentar no nosso país. Com certeza, essa doação fará a diferença no Estado de São Paulo", disse ela. 

Não é a primeira vez que a Assembleia Legislativa de São Paulo faz uma doação. No ano passado, parte dos recursos economizados, de R$ 155,6 milhões, foram devolvidos e aplicados na aquisição de quase 180 mil cestas básicas. Os alimentos foram entregues pelo Fundo Social a famílias em situação de vulnerabilidade social de todo o Estado. 

Também em 2021, a Alesp doou a frota antiga de veículos para o Fundo, que organizou um leilão e vai utilizar o recurso na implantação do projeto Praças da Cidadania, que é a criação de um espaço para lazer, convivência, formação profissional, cultura e saúde em áreas carentes do Estado de São Paulo. Os veículos estavam avaliados em cerca de R$ 2,5 milhões. 

O 1º secretário da Alesp, deputado Luiz Fernando, comemorou a doação ao Fundo Social de Solidariedade. "Conseguimos modernizar processos e informatizar a Alesp, sempre com maior produtividade e economia de recursos, como a redução de gastos com água, energia, combustível, verbas de gabinete, além de renegociações de contratos", disse. 

"O Fundo Social é fundamental para os municípios, por fazer aporte de recurso e direcionar projetos", disse o 2º secretário da Casa, deputado Rogério Nogueira. "O valor será muito bem empregado no enfrentamento à fome, realidade infelizmente presente em diversas regiões do nosso Estado, sobretudo após a pandemia", afirmou o parlamentar.

Fonte: ALESP

Deixe um comentário