Aos 73 anos, morre Luiz Antonio Fleury Filho, ex-governador de SP

Político do MDB governou o estado entre 1991 e 1994

Aos 73 anos, morre Luiz Antonio Fleury Filho, ex-governador de SP, Jornal O São Paulo
Foto: Alesp-Arquivo

O  ex-governador de São Paulo, Luiz Antônio Fleury Filho, morreu na terça-feira, 15, aos 73 anos de idade, na capital paulista.

De acordo com a família do político, a causa da morte foi insuficiência cardíaca e ele faleceu em sua residência.

Promotor de Justiça, Fleury foi secretário de Segurança Pública do estado de São Paulo na gestão de Orestes Quércia e exerceu dois mandatos como deputado federal pelo PMDB (atual MDB).

Um dos episódios que marcaram a gestão de Fleury a invasão na Casa de Detenção de São Paulo, conhecida como Carandiru, pela Polícia Militar, durante uma rebelião em 2 de outubro de 1992. Na ocasião, morreram 111 presos, e o episódio ficou conhecido como massacre do Carandiru.

Em mensagem no Twitter, o deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP), presidente nacional do MDB, lamentou a morte de Fleury, que era membro da Executiva Estadual do partido, e enviou condolências a parentes e amigos do ex-governador.

O governador em exercício, Carlão Pignatari, decretou luto oficial de três dias no estado de São Paulo pela morte de Fleury. Em nota, manifestou pesar e enviou condolências à família e aos amigos do ex-governador.

Cumprindo hoje agenda em Nova York, o governador Rodrigo Garcia também fez questão de destacar a trajetória de Fleury Filho. 

“Meus sentimentos aos familiares e amigos do governador Luiz Antônio Fleury Filho, um servidor dos paulistas e do estado de São Paulo em todas as etapas da sua vida profissional e política. Sua partida entristece os que conviveram com seu sorriso generoso e seu jeito franco e aberto”, manifestou Garcia.

Também pelo Twitter, o governador eleito Tarcísio de Freita (Republicanos) se manifestou sobre a morte de Fleury:  “Recebi há pouco a triste notícia do falecimento do ex-governador de São Paulo, Luiz Antônio Fleury Filho. Minhas sinceras condolências à família e aos amigos de Fleury, e que Deus o acolha em sua infinita bondade”.

Natural de São José do Rio Preto, ele cresceu em Porto Feliz, ambas cidades do interior paulista. O corpo de Luiz Antônio Fleury Filho foi velado na Funeral Home, próximo à Avenida Paulista. Ele será cremado na cidade de Taboão da Serra (SP).

(Com informações de G1 e Agência Brasil)

Deixe um comentário